10 dias para o outono: verão deve terminar com menos chuva e calor na região No outono nota-se aumento da ocorrência de ventos e nevoeiros, e as temperaturas ficam mais amenas

No outono nota-se aumento da ocorrência de ventos e nevoeiros, e as temperaturas ficam mais amenas

Foto: Reprodução

Os meses de janeiro e fevereiro proporcionaram chuva volumosa, especialmente nos estados da Região Sudeste, como o Rio de Janeiro. O excesso de chuva no verão já era esperado para muitas áreas. Segundo a Climatempo, os eventos de ZCAS – Zona de Convergência do Atlântico Sul – e vários episódios de intensa convergência de ventos formando os corredores de umidade do Norte para o Centro-Oeste e Sudeste geraram fortes e persistentes áreas de instabilidade sobre estas regiões. O mês de março começou com mais um evento de convergência de umidade, que gerou grandes áreas de instabilidade sobre o Sudeste, causando novamente chuva forte e volumosa, além de novos transbordamentos e cheia de rios que cortam o Norte e Noroeste Fluminense. (continua após a publcidiade)

Como já era previsto, o cenário mudou um pouco em relação à fevereiro no Sudeste. Corredores de umidade continuam se formando, mas agora atingem áreas mais ao norte da Região. Por isso, todo o estado de SP, do RJ e triângulo mineiro ficam com chuva entre a média e ligeiramente abaixo. Para os últimos 10 dias de verão a previsão é de que as temperaturas voltem a subir, ficando na casa dos 30°C. Até o momento não são previstos novos eventos de chuva volumosa, mas ainda podem ocorrer pancadas de chuva típicas de verão. (continua após a publcidiade)

Foto: SF Notícias

O outono começa às 00h50 do dia 20 de março de 2020. Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), por ser uma estação de transição entre o verão e inverno, verificam-se características de ambas, ou seja, mudanças rápidas nas condições de tempo, maior frequência de nevoeiros e registros de geadas em locais serranos. Nota-se uma redução das chuvas em grande parte do país. Na Região Sudeste, as temperaturas tornam-se mais amenas devido à entrada de massas de ar frio, com temperaturas mínimas que variam entre 12ºC a 18ºC, chegando a valores inferiores a 10ºC nas regiões serranas. Nestas mesmas áreas, as temperaturas máximas oscilam entre 18ºC e 28ºC.

Mais do SFn