segunda-feira , 15 julho 2019
Fotos: Divulgação

21,8 mil pessoas já fizeram o recadastramento biométrico no estado do RJ

justiça eleitoral
Fotos: Reprodução / Vinnicius Cremonez

Aos poucos, o Rio de Janeiro vai tornando mais seguro o momento do voto. Quase 22 mil pessoas no estado já fizeram o recadastramento biométrico, tecnologia que não permite que um cidadão vote no lugar do ouro. O procedimento já está disponível em 17 municípios, e em 21 zonas eleitorais da capital carioca. Para conferir se já pode fazer o recadastramento biométrico, o eleitor deve acessar o endereço eletrônico www.tre-rj.jus.br/consulta_biometria. Apesar de ainda não ser obrigatório, a Justiça Eleitoral aconselha a agilizar o serviço, evitando transtornos, como o de longas filas, nas próximas eleições, em 2016.

Duque de Caxias foi a primeira cidade a abrir o recadastramento biométrico em 2015, no dia 24 de março. Vassouras, Volta Redonda, Seropédica, Trajano de Morais, Cachoeiras do Macacu, Maricá, Miracema, Teresópolis, Carmo, São Fidélis, Campos dos Goytacazes, Rio das Ostras, Arraial do Cabo, Iguaba Grande, Araruama e Saquarema também já estão recolhendo as digitais dos eleitores, o que também já acontece em 21 dos 97 cartórios do Grande Rio.

Para a realização da biometria, é necessário o eleitor comparecer à zona eleitoral com o documento de identidade original, dentro da validade, e um comprovante de residência atual. Se o cidadão tiver sofrido alguma alteração em seu nome, deverá levar também documento que comprove tal mudança, como certidão de casamento, ou sentença judicial. Os homens, maiores de 18 anos, também precisam apresentar o comprovante de quitação militar. As unidades que estão realizando o recadastramento biométrico funcionam de segunda a sexta-feira, entre 11h e 19h.


Mais do SFn