quinta-feira , 8 dezembro 2016
Prefeitura /foto Manuela Escalla

33 prefeituras do estado paralisam atividades em forma de protesto nesta segunda

PREFEITURA MADALENA 2
Prefeitura de Santa Maria Madalena/Fotos: Vinnicius Cremonez

As prefeituras de pelo menos 33 municípios do estado amanheceram fechadas, assim como diversos prédios públicos. Vários serviços prestados por essas prefeituras, foram paralisados nesta segunda. O que acontece, é que os municípios do Estado do Rio de Janeiro estão fazendo uma prefeitura de cambuci 78paralisação dos serviços públicos não-essenciais nesta segunda-feira, dia 28, em protesto ao estrangulamento econômico a que estão sendo submetidos. O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, receberá amanhã em Brasília, um grupo de prefeitos, que irão apresentar a ele propostas para a redução das despesas das prefeituras, como alternativa à desoneração dos gastos dos municípios, sem danos aos serviços prestados à população.

O presidente da AEMERJ e Prefeito de Sapucaia, Anderson Zanon, disse que os prefeitos estão se sentindo muito mal por terem que cortar serviços essenciais, devido à queda dos repasses. “Cortes pontuais já foram feitos em todas as prefeituras e não estão solvendo”, disse o presidente da AEMERJ.

As principais motivações para a paralisação são a brutal queda de arrecadação que estão sofrendo os municípios brasileiros, oriunda da redução significativa dos repasses federais, considerando que os entes municipais estão na ponta da linha do atendimento aos cidadãos, sendo, por isso, sistematicamente acionados e cobrados a todo tempo, com a inviabilidade de manter a qualidade dos serviços. Os municípios percebem a necessidade de realizar uma ação conjunta, que mostre à população a real situação e, principalmente, que sensibilize o Governo Federal e os Poderes da União para que busquem uma solução imediata para tão grave problema.

Em nota ao SF Notícias, a assessoria de imprensa da AEMERJ, informou que 33 municípios confirmaram participação no ato, entre eles, Bom Jardim, Cantagalo, Cardoso Moreira, Cordeiro, Italva, Itaperuna, Macuco, Miracema, Natividade, Nova Friburgo, Santa Maria Madalena, Santo Antônio de Pádua, São José de Ubá, Trajano de Morais, São Fidélis e Varre-Sai. Segundo a assessoria, nem todos os municípios que irão parar, confirmaram participação no ato, pois não existe essa obrigação. A AMERJ acredita que todos os 92 municípios devem parar nesta segunda.

PREFEITURA DE ITAOCARA NOVA

SFn