acidente centro 1

Acidente sem vítima pode ser registrado pela internet, no e-BRAT

EBRAT
Fotos: Vinnicius Cremonez

Você sabia que é possível fazer o registro de acidentes de trânsito sem vítimas, sem a necessidade de acionar uma viatura da PM? Isso é possível através do e-BRAT, que é uma ferramenta da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, para registro e acompanhamento de registros de acidentes de EBRAT 5trânsito sem vítimas em todo o estado.

Através desta ferramenta, o cidadão poderá encaminhar as informações sobre um acidente de transito sem vítima para a PMERJ que, após validação das informações, disponibilizará o BRAT (Boletim de registro de acidente de trânsito) para impressão online.

Todas as informações fornecidas são de inteira responsabilidade do comunicante. Os dados relacionados ao acidente, poderão ser fornecidos, em caráter sigiloso, a outros órgãos públicos e entidades privadas, com objetivos de prevenção a fraude, estatísticas de trânsito, prevenção e identificação de nexo causal de acidentes, entre outros. O preenchimento do formulário não implica automaticamente na geração do eBRAT. Todos os relatos estão sujeitos a validação da PMERJ, que disponibilizará o documento oficial num prazo máximo de 10 dias.

No site da PMERJ você que foi vítima de um acidente, deve acessar o e-BRAT cadastro, e seguir as orientações. Vale lembrar que o registro pelo portal, deve ser feito em até 90 dias após a dada do acidente.

Para facilitar o registro, o portal mostra com desenhos os tipos de acidentes, para você selecionar a opção correta.

tenente pradoO comandante da 4º Companhia de Polícia Militar de São Fidélis, o Tenente Prado, mostrou para nossa equipe, como funciona o e-BRAT. Para ele, o serviço que é oferecido de forma gratuita, serve para evitar que uma viatura fique retida em um acidente onde as partes envolvidas, podem resolver através de um acordo.

“Se não resolverem entre eles, com a ajuda do e-BRAT, ambos podem entra com uma ação cível, e o juiz de pequenas causas decide”.

Ainda de acordo com o Tenente Prado, os envolvidos nesses acidentes sem vítimas, também podem se deslocar até a sede da 4º Companhia na Vila dos Coroados ou até o Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) na Ipuca e no Posto de Policiamento Comunitário (PPC) na Chatuba, e solicitar ao PM de plantão, auxilio para fazer o registro.

SFn