Acidentes de Trânsito

acidente no coroados dois
Fotos: Arquivo

Olá amigos e amigas, é com muita satisfação que estamos mais uma semana aqui falando de Trânsito, e nesta semana estaremos abordando o seguinte tema: Acidentes de Trânsito, não é novidade pra ninguém que os acidentes no Brasil, matam muito, e isso não têm ficado restrito somente as estradas brasileiras, cada vez mais os acidentes invadem as cidades.

Nos últimos meses temos notado em nossa cidade um aumento significativo de acidentes e pequenas colisões, alguns até com vitima fatal.

Morre-se mais em acidentes de trânsito do que por câncer. Novas estatísticas mostram que a violência no trânsito é a segunda maior causa de morte no país, à frente até de homicídios, um efeito do desrespeito às leis e da má qualidade dos motoristas.

Costumam-se apontar a precariedade das estradas, a infraestrutura deficiente, a falta de ciclovias e as falhas na sinalização como as causas para as tragédias no asfalto. Também se afirma que os carros vendidos por aqui, que não passam nos padrões de segurança europeus, são verdadeiras armadilhas letais sobre rodas.

Todos esses fatores aumentam os riscos, mas a maior razão para o massacre no trânsito é que nós, brasileiros, dirigimos muito mal. Mais de 95% dos desastres viários no país são o resultado de uma combinação de irresponsabilidade e imperícia. O primeiro problema está relacionado à ineficiência do poder público na aplicação das leis e à nossa inclinação cultural para burlar regras. O segundo tem sua origem no foco excessivo em soluções arrecadatórias para o trânsito – multas, essencialmente – e quase nenhuma atenção à formação de motoristas e pedestres.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, 90% dos acidentes de trânsito são causados por falha humana, 6% são por questões relacionadas à estrada e 4% por falhas mecânicas.

No que tange aos motoristas, são três os principais problemas:

Imprudência: quando alguma regra é conscientemente quebrada;

Negligência: quando não há cuidado no cumprimento das normas;

Imperícia: ou seja, falta de habilidade necessária para condução do veículo. acidente-rj-158-3

E não é diferente aqui em nossa cidade e nas demais, é preciso cada vez mais que as pessoas se conscientizem de sua responsabilidade e mudem essa cultura de não respeitar a sinalização, todos os dias assistimos uma série de desrespeito e isto afeta a toda população, não podemos só reclamar que o trânsito de nossa cidade não está bom, se ao mesmo tempo paramos o carro em fila dupla, estacionamos uma moto na vaga de um carro ou até nas calçadas da cidade. Vamos cada um fazer a nossa parte e reduzir essa terrível estatística de acidentes em nossa cidade.

Os acidentes de Trânsito abrem uma porta para diversos temas que ainda vamos abordar aqui a cada semana, como Dirigir Alcoolizado, dirigir sem verificar as condições do seu veículo, sem os documentos de porte obrigatório e sem respeitar a sinalização. Todos estes itens quando bem observados reduzem em muito os acidentes.

Na vida quanto mais se vive, mais se aprende.

No Trânsito, quanto mais se aprende, mais se vive.

Até a próxima semana, trazendo sempre uma dica de trânsito para você e toda região.


Mais do SFn