Acidentes deixam dez mortos em cidades da região Só na RJ-116, quatro pessoas morreram em acidentes

Só na RJ-116, quatro pessoas morreram em acidentes

Fotos: arquivo

Dez pessoas morreram em acidentes registrados nas cidades das regiões Norte, Noroeste e Serrana entre os dias 25 e 28 de janeiro. Só na RJ-116, quatro pessoas morreram. Em um dos acidente, mãe e filha foram as vítimas fatais.

O primeiro acidente aconteceu no dia 25. Um motorista morreu em uma colisão entre um carro e uma carreta no KM 98 da RJ-116, próximo de Banquete, em Bom Jardim. Equipes do Corpo de Bombeiros e da Rota 116 foram ao local do acidente.

Elvis Machado Martins chegou a ficar preso às ferragens do veículo que conduzia. Ele foi socorrido com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dentro da ambulância no caminho para o hospital. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, chovia na hora do acidente. A vítima seria moradora de Nova Friburgo.

No dia seguinte, um caminhoneiro que não teve a identidade divulgada morreu após a carreta que conduzia ter tombado no entroncamento da RJ-186 com a BR-356, no Cruzamento de Bom Jesus. Ele ficou preso às ferragens.

A área do acidente ficou isolado por algumas horas, pois a carreta estava transportando fostanato, uma composição de fósforo e oxigênio. Houve vazamento do produto. O Inea não informou se houve algum impacto ao meio ambiente.

Na madrugada do dia 27, um adolescente de 17 anos, que era morador de Macuco, morreu em um acidente de moto no município de Cordeiro. O acidente aconteceu na Rua José Olímpio de Carvalho, no bairro Rodolfo. Segundo informações da Polícia Militar, no local do acidente só foi encontrado o menor identificado apenas como C.S.B. A moto foi retirada antes mesmo da chegada dos bombeiros.

No mesmo dia, uma mulher identificada como Ana Célia Silva Frederico, de 30 anos, morreu em uma colisão entre um carro e uma moto. Outras seis pessoas ficaram feridas, entre elas, uma criança. O acidente aconteceu na RJ-116, em Valão do Barro, no município de São Sebastião do alto.

Ana conduzia a moto. Os feridos estavam no veículo que foi incendiado horas depois do acidente. Segundo moradores, o carro seria da Câmara de Vereadores do município. A Polícia Rodoviária não soube dizer quem teria colocado fogo no carro.

continua após a foto

Ainda no dia 27, outras duas pessoas morreram em uma colisão entre duas motos na RJ-230, no município de Bom Jesus do Itabapoana, na localidade de Rosal. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, as duas motos colidiram frontalmente em uma curva, no trecho conhecido como “Fazenda Caité”.

Equipes do Corpo de Bombeiros e da prefeitura foram ao local do acidente, mas quando chegaram, Laercio Crispim, de 41 anos, e João Pedro, de 21 anos, já estavam sem vida. Após perícia, os corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal de Itaperuna.

Também no sábado, mãe e filha morreram após o carro em que elas estavam ter caído em uma ribanceira às margens da RJ-116, entre Nova Friburgo e Cachoeiras de Macacu. Rejany estava com sua filha, identificada como Maressa, e seu esposo, identificado como Veraldo. As duas morreram antes mesmo da chegada das equipes de resgate. Veraldo foi socorrido por equipes do Corpo de Bombeiros, Cruz Vermelha de Nova Friburgo e Rota 116, concessionária que administra a rodovia.

Já no domingo, mais duas pessoas morreram. Uma delas é Gutemberg Carvalho Maciel, de 29 anos, que morreu em um acidente na RJ-196, entre Santa Clara e Gargaú, em São Francisco de Itabapoana. O carro em que ele estava colidiu com um poste e capotou em seguida. Outras duas pessoas estavam no veículo, mas elas saíram ilesas.

A outra vítima é Fernanda de Souza Alvarenga, que morreu em uma colisão entre moto e carro na RJ-106, em MacaéEla estava na garupa de uma moto que era conduzida pelo seu esposo. 

Reginaldo Pereira Braga foi socorrido com uma fratura na perna. Ele permanece no Hospital Público de Macaé. No carro, ninguém ficou ferido. Fernanda era recepcionista da Secretaria de Esportes de Macaé.


Mais do SFn