quinta-feira , 17 agosto 2017

Adolescente morre em maternidade de Friburgo e família alega erro médico

restdyughio
Fotos: Fala Olaria / Reprodução da Internet

Um erro médico pode ter sido a causa da morte de uma adolescente de 16 anos em Nova Friburgo. Laryssa Svoboda morreu na terça-feira, dia 16 de dezembro de 2014, 20 dias depois o parto na maternidade pública de Nova Friburgo.

A família e amigos da adolescente realizaram uma manifestação na Avenida Alberto Braune, a principal do centro da cidade na quinta-feira(18), pedido justiça. Além de fecha a avenida, o grupo foi em direção a sede da prefeitura da cidade.

Segundo a família da adolescente, houve uma imperícia médica, e que a menina teria sofrido maus tratos dentro da unidade. A família também alega que a maternidade não entregou o prontuário da adolescente.

Configura-se a imperícia quando o agente causa dano a outrem por falta de conhecimentos técnicos, isto é, por não possuir o conhecimento que deveria, em virtude de qualificação profissional.

Em nota a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Friburgo informou que o secretário de saúde Luiz Fernando Azevedo, determinou que a maternidade apurasse o caso, e que será tomada medidas necessárias caso seja comprovado a denúncia. Ainda de acordo com a nota, o caso foi uma fatalidade.

Veja a nota:

“A Secretaria Municipal de Saúde(SMS) se solidariza com a família da jovem, Laryssa Svobodae está à disposição para todo suporte, ajuda e orientação dos familiares e ao bebê.

O Secretario abriu processo administrativo e determinou à direção do Hospital Maternidade apuração dos fatos. Após término do processo administrativo o Secretário Municipal de Saúde apresentará os esclarecimentos e medidas necessárias a serem tomadas, caso sejam comprovadas as reclamações apresentadas pela família.

Vale ressaltar que o Hospital Maternidade é referência na região e possui excelentes profissionais no quadro técnico. O fato ocorrido foi uma fatalidade”.


Mais do SFn

SFn