segunda-feira , 16 outubro 2017

Alimentos para combater doenças

feijao-cozido-concha-04g
Fotos: Reprodução.

Desde artrite a doenças motoras, existem à sua volta alimentos que curam ou previnem doenças. Tenha estes alimentos sempre à mão para o que der e vier:

Alimentos curativos para cada doença

As doenças mais dolorosas e mortais que assolam o ocidente são causadas por maus alimentos, mal processados cheios de açúcar, gorduras, sal, praguicidas e ingredientes geneticamente modificados. Contudo, quando consumimos alimentos integrais, nutritivos e orgânicos, ganhamos um kit de ferramentas terapêuticas que não só afastam o cancro e doenças cardíacas, como também constipações, gripes, alergias e uma série de outras doenças que nos atacam diariamente.

Com tantos alimentos curativos fantásticos, é difícil escolher apenas esses abaixo citados.

1. Feijão

O feijão é um dos alimentos saudáveis mais baratos que pode comprar. Rico em isoflavona evita doenças cardíacas, melhora a saúde da próstata, dos ossos e alivia alguns sintomas da menopausa. Sendo rico em proteínas e pobre em gordura, os feijões são uma boa opção para substituir as carnes vermelhas.

2. Alho e Cebola

Sendo da mesma família de plantas o alho e a cebola ajudam a fortalecer o coração e o sistema imunológico. É difícil enumerar todos os seus benefícios. Os alhos contêm 70 fitoquímicos activos ajudam a reduzir a pressão arterial elevada e o cancro do ovário, colo-rectal entre outros. Ele tonifica, aquece o baço e o estômago, elimina umidade e frio, favorece a digestão, mata os parasitas – efeito vermífugo e fungicida, bactericida e desinfectante e é útil para diarreias, vómitos, intoxicações e infecções. Quando consumir alhos, esmague-os bem e deixe repousar até 30 minutos antes do aquecimento.

As cebolas são a melhor fonte de quercetina, um flavonóide que ajuda a manter o sangue saudável e a prevenir coágulos. Ambos são muito bons para a prevenção de alergias. A cebola tonifica e regula o fluxo de energia e tem propriedades anti-Infecciosas e anti- sépticas. A maior parte dos nutrientes da cebola encontra-se na própria casca. Coloque-a num saco e use-a em sopas ou estufados.

3. Cafeína

Não consegue fica sem tomar 1 a 2 cafés por dia? Adora chocolate? Alimentos com cafeína, como café, chocolate e chá, têm altos níveis de polifenóis, que são um super- antioxidante pela sua capacidade de luta contra o cancro e contra a depressão. Um estudo da Universidade de Harvard defende que beber cinco xícaras de café diariamente reduz em 50% o risco de desenvolver DIABETES. Contudo, muito café pode causar nervosismo, pelo que a maioria dos especialistas recomenda limitar a ingestão a 2 xícaras por dia, ou mudar para o descafeinado. Quer seja chá ou café, estudos comprovam que o descafeinado contém tantos antioxidantes como o normal. E, claro, chocolate escuro é melhor do que o chocolate branco ou de leite.

4. Aipo

salsaoExperimente o aipo. Rico em minerais, vitamina C e ácidos fenólicos, previne o cancro, constipações, gripe e alergias. Quanto mais consumi-los melhor, investigadores sugerem comer pelo menos quatro talos de aipo por dia. Com um sabor relativamente suave, pode comer com manteiga de amendoim ou utilizá-lo em vez de batatas fritas ou bolachas nos seus dias preferidos.

O aipo refresca e relaxa o fígado, reforça o sangue e tonifica os rins. O aipo é também um dos raros vegetais que não perdem o valor nutricional quando cozinhado, desta forma poderá adicioná- lo em sopas e guisados. Utilize também as folhas, pois são ricas em cálcio e vitamina C.

5. Canela

O benefício mais notável da canela no sistema imunológico é a sua capacidade em reduzir o açúcar no sangue. Estudos demonstram que esta especiaria pode baixar o açúcar no sangue de 13 a 23 %%. Pensa-se que a razão para isto acontecer deve-se ao fato da canela conter antioxidantes que ativam os receptores de insulina nas células. Sabe-se também que a canela ajuda a suprimir as bactérias de Escherichia coli, a causa da maioria das infecções do trato urinário e as Candida albicans, o fungo responsável por infecções vaginais. Algumas pessoas tiveram êxito em deixar de fumar por chupar paus de canela sempre que sentiam desejo.

A canela tonifica, aquece o baço e o estômago, elimina o frio, favorece a circulação do sangue e acalma a dor. São aconselhadas para constipações, dores abdominais ou lombares que melhoram com o calor. Não se recomenda o uso a mulheres durante a menopausa com muitos afrontamentos e suor espontâneo. Adicione uma colher de chá de canela à sua papa de aveia de manhã ou ao seu sumo de maçã orgânica.

6. Gengibre

Apesar de muito utilizado como um antídoto para enjôos e mal estar, o gengibre ajuda também a manter os níveis de colesterol sob controle, baixar a pressão arterial e aliviar inflamações associadas à artrite. Pesquisadores descobriram que o gengibre contribui para a eliminação do vírus da gripe ao ajudar o sistema imunológico a combater a infecção. O gengibre tonifica, ativa a circulação do sangue, favorece a transpiração, dissipa o frio, favorece a digestão, aquece os brônquios e elimina os germes. O sumo de gengibre neutraliza as toxinas do peixe, marisco e medicamentos.

É útil em constipações, gripe, obstrução nasal, reumatismo, náuseas, vômitos e intoxicações alimentares. Utilize o gengibre em pratos salteados ou carnes marinadas, o que dará ao seu organismo o suficiente para ajudá-lo. Poderá também ralar gengibre ou ferver em água quente para fazer um chá.

7. Hortelã-pimenta / Menta

Não falo da menta associada às pastilhas e chicletes. Existem de fato centenas de plantas da família da menta, que pode nem ter realizado que são tecnicamente são mentas, incluindo manjericão, alecrim, tomilho, orégão, lavanda, sálvia e erva-cidreira. Quando utilizadas em chás, esta erva podem aliviar a dor de estômago, mas uma pesquisa recente diz que os seus componentes podem impedir a degradação da acetilcolina, um neurotransmissor que ajuda a manter a memória ativa.

A menta elimina o calor, refresca, neutraliza as toxinas, promove a circulação do sangue. É bom para enxaquecas, olhos vermelhos e irritados, febre e ardor no estômago.

8. Pimentas / malaguetas

pimenta vermelhaSejam quentes, picantes, doces ou crocantes, há suficientes variedades para todos os gostos e são todas bastante saudáveis. As pimentas tonificam, aquecem o baço e o estômago, abrem o apetite, facilitam a digestão, eliminam frios e umidade. As pessoas que sofrem de inflamações, agitação ou nervosismo e tensão arterial elevada devem evitar consumi-las.

GIZÉLE ANDRADE PIRES

NUTRICIONISTA

CRN-4: 100807

 


Mais do SFn

SFn