Alunos da rede estadual do RJ podem ter aulas de Educação Financeira Programa destinado aos estudantes da Educação Infantil e ensinos Fundamental e Médio

Programa destinado aos estudantes da Educação Infantil e ensinos Fundamental e Médio

Crianças e jovens da rede pública de ensino poderão ter aulas de educação financeira. É a proposta do projeto de lei 1231/2019, aprovado em primeira discussão pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), no último dia 20. A projeto de lei formulado pelos deputados Renato Cozzolino e Renan Ferreirinha institui um programa destinado aos estudantes da Educação Infantil e ensinos Fundamental e Médio, para que desde cedo possam saber a importância de administrar bem o dinheiro. Segundo a proposta, conceitos básicos de educação financeira serão ministrados para crianças, adolescentes e jovens, através de conteúdo prático, brincadeiras, jogos lúdicos e interativos, incluindo mídias eletrônicas e digitais.

Ainda de acordo com o projeto de lei, objetivo é trabalhar com os estudantes conceitos de finanças pessoais, classificação de gastos: receitas e despesas, trabalhos com orçamento familiar, balanço positivo e negativo e suas consequências, reconhecimento dos diferentes meios de pagamentos disponíveis (dinheiro, cheque, cartões de débito, crédito, transferência eletrônica e, inclusive, moedas eletrônicas). “O desemprego contribui para o endividamento da população, mas acredito que se desde cedo, ainda na infância, for desenvolvida a responsabilidade com gastos e economia, com certeza teremos jovens e adultos em melhores condições de administrar o seu orçamento”, afirma Renato Cozzolino, um dos autores do projeto de lei.

Mais do SFn