sábado , 10 dezembro 2016
protesto-cambuci

Alunos e professores fazem protesto em frente à Igrejas de Cambuci contra extinção de Colégio Pais de alunos também participaram da manifestação realizada neste domingo (20)

Pais de alunos também participaram da manifestação realizada neste domingo (20)

protesto-cambuci-4
Fotos: Divulgação

Cerca de 200 pessoas entre alunos, pais e professores participaram de um protesto contra a extinção do Colégio Estadual Professor Manoel Gonçalves, na tarde deste domingo (20/11), em Cambuci.

Alguns manifestantes deitaram em frente às Igrejas Católica e Evangélica da cidade, outros seguravam placas com os dizeres “Ninguém quer mudar, queremos estudar” e “Não a extinção”.

A notícia da extinção do Colégio pegou todos de surpresa nesta quinta-feira (17/11), quando ao tentarem fazer a renovação de matrículas os professores descobriram que a Unidade Administrativa (UA) do Colégio não existia mais.

 colégio que possui 60 anos foi “extinto” sem que todos fossem avisados.

De acordo com os professores, tudo começou quando a prefeitura pediu para municipalizar o CIEP 276 Ernesto Paiva. A prefeitura teria pedido também para a Secretaria de Estado de Educação, o espaço do prédio ocupado hoje pelo Colégio Manoel Gonçalves Ramos Junior, que possui 60 anos de história. O pedido teria sido aceito pela Seeduc.

protesto-cambuci-3

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *