terça-feira , 22 outubro 2019

Ambiental flagra Centro de Triagem de lixo funcionando sem licença ambiental, em Itaocara Policiais foram ao local verificar uma denúncia sobre a possível existência de lixão irregular

Policiais foram ao local verificar uma denúncia sobre a possível existência de lixão irregular

Fotos: Divulgação/ 3ª UPAm

Agentes da 3ª Unidade de Polícia Ambiental do Parque do Desengano (3ª UPAm) constataram nesta segunda-feira (08/04) irregularidade no funcionamento do Centro de Triagem de Resíduos Sólidos de Itaocara, administrado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Segundo a 3ª UPAm, a guarnição foi até o local – às margens RJ-158, em Portela – verificar possível existência de lixão irregular. Os militares encontraram um galpão de aproximadamente 400 metros quadrados, onde a Secretaria de Meio Ambiente faz uma coleta seletiva do lixo da cidade.

Os policiais foram informados que ali é realizada a separação de lixo reciclável e que o material não reciclável é encaminhado ao aterro sanitário de Santa Maria Madalena, mas nenhuma licença ambiental foi apresentada. Com base no artigo 60 da Lei 9605/98, que trata sobre atividade potencialmente poluidora, o caso foi registrado na 135ª Delegacia Legal de Itaocara e o local será periciado posteriormente.

Você também pode ajudar a Natureza! Denúncias podem ser feitas pelos números (22) 25613228 ou 0300-2531177, do Linha Verde, o Disque Denúncia do Meio Ambiente.

Mais do SFn