segunda-feira , 19 agosto 2019

Ambiental identifica terreno utilizado pela Prefeitura de Cambuci para descarte de resíduos sólidos sem autorização No terreno os policiais encontraram uma área alagadiça e um curso d'água que desemboca no Rio Paraíba do Sul, configurando assim área de preservação permanente que, supostamente pode estar recebendo o chorume proveniente dos resíduos

No terreno os policiais encontraram uma área alagadiça e um curso d'água que desemboca no Rio Paraíba do Sul, configurando assim área de preservação permanente que, supostamente pode estar recebendo o chorume proveniente dos resíduos

Fotos: 3ª UPAm

A Polícia Ambiental encontrou um terreno utilizado pela Prefeitura de Cambuci para descarte de resíduos sólidos sem autorização. No lixão são descartados resíduos sólidos do município de Cambuci e dos distritos de São João do Paraíso, Três Irmãos e Funil, sendo esse descarte realizado diretamente no solo. Agentes da 3ª  Unidade de Policiamento Ambiental do Parque Estadual do Desengano (3ª UPAm) foram ao município após o Programa Linha Verde ter recebido uma denúncia de crime de atividade potencialmente poluidora sem licença ambiental.

De acordo com os agentes, o terreno fica localizado na estrada que liga Santa Rita e Três Irmãos. O lixão encontrava-se em funcionamento e havia um enorme acúmulo de resíduos, bem como materiais recicláveis espalhados, atraindo diversos animais roedores e urubus. Ainda segundo os policiais, foi observador ainda que na parte mais baixa do terreno havia uma área alagadiça e um curso d’água que desemboca no Rio Paraíba do Sul, configurando assim área de preservação permanente que, supostamente pode estar recebendo o chorume proveniente dos resíduos.

A Polícia Ambiental informou que fez contato com o Secretário de Meio Ambiente de município de Cambuci, que ao ser informado sobre o teor da denúncia e ser indagado à respeito das licenças, disse não possuir nenhuma autorização do órgão ambiental competente para que tal atividade fosse realizada.

O caso foi registrado na 142ª Delegacia Legal de Cambuci com base nos artigos 56 e 60 da lei de crimes ambientais em conjunto com o artigo 4º da lei 12651/12. Vale reforçar que no Norte Fluminense a população pode denunciar qualquer crime ambiental ao Linha Verde, através do telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda pelo aplicativo disponível para celulares “Disque Denúncia RJ” onde é possível anexar fotos e vídeos ao lado do relato. Em todos os casos, o anonimato é garantido ao denunciante.


Mais do SFn