quinta-feira , 23 novembro 2017

Anatel diz que acompanha e controla a qualidade e a regularidade da telefonia celular

celular foto vinnicius cremonez

Os problemas com as operadoras de telefonia móvel em São Fidélis estão se tornando cada vez mais frequentes, principalmente com a Vivo. Em uma nota que será publicada em breve aqui (Aguardando a resposta da Auto Pista Fluminense), a Vivo disse que as constantes falhas no sinal em São Fidélis devem-se a obras de terceiros para duplicação da  BR 101, o que estaria causando o rompimento dos cabos, além de atos de vandalismo contra cabos da rede de fibra ótica da operadora.

Veja na íntegra a nota enviada pela Anatel à nossa redação:

“A Telefônica/Vivo informou à Anatel que as falhas na região devem-se a obras de terceiros para duplicação da  BR 101 e a atos de vandalismo contra cabos da rede de fibra ótica da operadora.

A Anatel esclarece que acompanha e controla permanentemente a qualidade e a regularidade da telefonia celular por meio de indicadores de desempenho operacional e através do monitoramento da disponibilidade dos serviços. Os mencionados indicadores estão previstos no Regulamento de Gestão da Qualidade do Serviço Móvel Pessoal (RGQ-SMP), aprovado pela Resolução nº 575, de 28/10/2011 e, em regra, são coletados mensalmente. Independentemente do local e período, em qualquer época as operadoras têm que cumprir parâmetros mínimos de qualidade de rede.

É oportuno destacarmos também que, paralelamente às ações de acompanhamento permanente realizadas, estão em andamento verificações adicionais de qualidade em virtude de determinações exaradas pela Anatel no segundo semestre de 2012. Nessa oportunidade, foi determinada a suspensão da habilitação de novos terminais/venda de chips por algumas prestadoras do Serviço Móvel Pessoal (SMP), bem como a apresentação, por todas elas, de um Plano Nacional de Ação de Melhoria por Unidade da Federação (UF).

Tais determinações, expedidas na forma de medidas cautelares, foram motivadas pela constatação pela Anatel do decréscimo da qualidade percebida pelos usuários (aumento das reclamações efetuadas na Central de Atendimento da Anatel e, elevação das demandas junto a essa Agência de entidades externas como, por exemplo, órgãos do Ministério Público, Assembleias Legislativas, Câmaras Municipais dentre outros).

Para acompanhamento da evolução da qualidade no âmbito dos Planos de Melhoria, a Agência tem realizado fiscalizações em cada uma das estações das prestadoras, 24 horas por dia, 7 dias por semana, em todos os municípios nos quais o SMP é oferecido.

Posteriormente, tais informações são consolidadas e incluídas em processos específicos instaurados para cada empresa, nos quais são realizadas análises das informações coletadas, resultando ao final no acompanhamento detalhado da qualidade e na divulgação trimestral dos resultados alcançados.

Os indicadores já coletados das prestadoras em operação, com as definições das metas e dos indicadores de qualidade monitorados no âmbito dos planos de ação para melhoria da qualidade, podem ser acessadas por Estado ou Município, no sitio da Anatel disponível na internet em http://sistemas.anatel.gov.br/sqp/qualidade/principal/consulta.asp.

Caso o consumidor perceba piora na qualidade do serviço, ele deve reclamar em sua própria operadora e em seguida na Anatel, tendo em mãos o número do protocolo. Nosso telefone é 1331, ou pelo Fale Conosco, no site da Anatel”.


Mais do SFn