quarta-feira , 26 fevereiro 2020

Após cheia, famílias voltam para suas casas, ruas recebem limpeza e hospital volta a funcionar em Pádua Segundo a prefeitura, cerca de 3.040 pessoas ficaram desalojadas devido à cheia, mas todos já voltaram para suas casas

Segundo a prefeitura, cerca de 3.040 pessoas ficaram desalojadas devido à cheia, mas todos já voltaram para suas casas

Após a cheia do Rio Pomba, os moradores de Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense, vão voltando a sua rotina. O município decretou situação de emergência. O Hospital Hélio Montezano, que chegou a ser esvaziado e transferiu os pacientes para hospitais de cidades vizinhas, voltou a funcionar normalmente. Equipes da Secretaria Municipal de Obras seguem fazendo a limpeza das ruas. A Secretaria de Defesa Civil e a Guarda Municipal continuam atendendo munícipes em áreas de risco. Em Pádua, a cota de transbordo do Rio Pomba é de 5 metros, e no domingo, o nível chegou a 6.06 m, mas começou a baixar ainda na tarde de domingo e voltou para o leito normal na segunda. Durante a cheia, ruas dos bairros Aeroporto, Cidade Nova, Cehab, Beira Rio, Carvalho, Mirante e Centro ficaram inundadas. (continua após a fofo)

O município recebeu a visita da Secretária de Estado de Assistência Social, Cristiane Lamarão. Além da surpresa de encontrar várias equipes trabalhando já nas primeiras horas da manhã, Cristiane parabenizou a Prefeitura de Pádua pelo trabalho de informação e auxilio às famílias, reforçando a preocupação do Governo do Estado com o interior fluminense e colocando toda estrutura da Secretaria de Estado de Assistência Social à disposição em caso de necessidades. Um morador de Pádua, o Felipe Sião, fez algumas imagens áreas mostrando a inundação e cedeu ao SF Notícias. (continua após o vídeo)

Segundo a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social de Pádua, cerca de 100 famílias ficaram desalojadas ou desabrigadas, totalizando 3.040 pessoas, mas elas já voltaram para suas casas. As que estavam no abrigo disponibilizado pela prefeitura retornaram para suas casas na segunda-feira, após receberem um almoço no abrigo. Segundo a secretaria, assistentes sociais, psicólogos e auxiliares estão nas ruas fazendo visitas aos moradores afetados. Outro vídeo aéreo que circula nas redes sociais mostra várias ruas inundadas na cidade durante a cheia. As imagens (veja o vídeo abaixo) foram feitas pelo Saulinho Nascimento.

Mais do SFn