Após divulgação, cachorro vítima de atropelamento é adotado, em São Fidélis Ele precisava de um lar temporário para se recuperar, mas "Lázu", que quase precisou amputar a pata, ganhou um lar definitivo

Ele precisava de um lar temporário para se recuperar, mas "Lázu", que quase precisou amputar a pata, ganhou um lar definitivo

A história do cachorro vítima de um atropelamento em São Fidélis ganhou não um ponto final, mas uma vírgula. O cão, que quase precisou amputar a pata, terá a chance de recomeçar em um lar cheio de amor.

O caso foi divulgado pelo advogado Veiga Amaral nas redes sociais e posteriormente publicado pelo SF Notícias. Segundo o advogado, o cão ficou gravemente lesionado em um acidente ocorrido em frente à sua casa. O cachorro acabou indo parar na frente do Corpo de Bombeiros e os militares resgataram o animal. A princípio, ele teria que amputar a pata, mas após examinar minuciosamente o ferimento, o veterinário concluiu que a amputação poderia ser evitada.

Ainda de acordo com o advogado, como o cão estava anestesiado, o veterinário aproveitou para castrá-lo. Foi iniciada uma mobilização à procura de um lar temporário, onde o animal pudesse se recuperar por pelo menos 30 dias.

No mesmo dia da publicação feita pelo SF Notícias (09/01) uma moradora entrou em contato com nossa redação para saber sobre o cachorro, pois queria adotá-lo. Na segunda (14), o cão, que recebeu o nome de Lázu em homenagem a São Lázaro, chegou a sua nova casa. Ele ganhou até uma irmã, a gatinha Luna.

Os interessados em ajudar a custear as despesas veterinárias do Lázu podem depositar qualquer valor na conta: Banco Bradesco; Agência 6895; Conta Corrente 0002419-8 em nome de J. W. Artigos Veterinários. Após o depósito, o comprovante deve ser enviado para o e-mail: veigaamaral@ig.com.br, para que os valores sejam conferidos junto à clínica.


Mais do SFn