segunda-feira , 26 junho 2017

Após fim de contrato, sistema da Polícia Civil do RJ será retirado do ar Os policiais não irão conseguir acessar inquéritos e consultar mandados de prisão

Os policiais não irão conseguir acessar inquéritos e consultar mandados de prisão

Fotos: Vinnicius Cremonez

A crise vivenciada pelo Estado do Rio de Janeiro devido a corrupção dos gestores públicos continua prejudicando e muito a segurança da população fluminense. O mais novo episódio dessa triste realidade foi o fim do contrato entre a Polícia Civil e a Prol, empresa terceirizada que era responsável pela manutenção do sistema usada pelos policiais civis.

Com o fim do contrato, a Polícia Civil informou que irá retirar o sistema do ar para “preservar a integridade dos dados armazenados, preservar a segurança dos sistemas a possível ataque cibernético, preservar a garantia dos equipamentos e garantir o correto retorno assim que a situação for normalizada”.

Com isso, os policiais não irão conseguir ter acesso aos inquéritos digitalizados e nem consultar mandados de prisão. Os dados só poderão ser inseridos no sistema da polícia quando tudo for restabelecido. Provisoriamente, serão criadas redes locais de cada Unidade de Polícia Administrativa Judiciária (UPAJ). Os policiais também estão sem acesso ao e-mail institucional.

Com o sistema fora do ar, também não será possível fazer envio e recebimento de dados para órgãos como o Tribunal de Justiça, Detran, Secretaria de Administração Penitenciária e Departamento de Ações Socioeducativas (Degase), entre outros.



Mais do SFn

SFn