segunda-feira , 25 setembro 2017

Após homem ser detido com carga saqueada em Pádua, polícia busca identificar vendedores nas redes sociais Carga de sabonete estava sendo transportado em uma carreta que tombou na madrugada do último domingo na RJ-186, entre Pádua e Pirapetinga

Carga de sabonete estava sendo transportado em uma carreta que tombou na madrugada do último domingo na RJ-186, entre Pádua e Pirapetinga

Imagem: reprodução do facebook

A Polícia Civil de Santo Antônio de Pádua começou um trabalho de levantamento para identificar os vendedores de sabonetes nas redes sociais. O produto estava sendo transportado em uma carreta que tombou na madrugada do último domingo na RJ-186, entre Pádua e Pirapetinga. O acidente aconteceu no trecho conhecido como “Curva da Ilha”, e a carga estava avaliada em R$ 40 mil.

Nessa semana o SF Notícias mostrou que os anúncios estavam por toda parte. Em grupos de whatsapp, em grupos de facebook e nos próprios perfis dos vendedores. Após a matéria, a delegacia começou a receber denúncias. Pelas redes sociais, muitos diziam que a carga havia sido saqueada. Já as pessoas que estavam vendendo, falavam que foi liberada, pois havia seguro.

Mas a Polícia Civil confirmou que a carga foi saqueada e começou o processo de recuperação. Os policiais começaram a fazer um levantamento para identificar as pessoas que estão vendendo os sabonetes em Aperibé, Itaocara, Pádua e Pirapetinga.

Parte da carga recuperada nesta quinta

Segundo informações da polícia, a pessoa que fez uma das denúncias marcou um local com o vendedor para comprar a mercadoria e avisou a polícia.

Dois agentes foram até o local combinado e encontraram 15 caixas de sabonete dentro do carro do homem, que confessou ter furtado o material. Ele foi encaminhado à 136ª DP e responderá em liberdade por furto, já que não houve flagrante. A prisão dele pode ser decretada a qualquer momento pela Justiça. A Polícia Civil adverte que saquear carga é crime, tal como comercializar a mesma.


Mais sobre este assunto

Mais do SFn

SFn