Após ofensas em show, vocalista do Jota Quest é condenado a pagar R$ 50 mil para a dupla Nycolas e Fabyane Rogério Flausino ofendeu a dupla formada pelo fidelense Nycolas e a campista Fabyane

Rogério Flausino ofendeu a dupla formada pelo fidelense Nycolas e a campista Fabyane

Foto: arquivo pessoal

O Juiz Eron Simas, da 1ª Vara Cível de Campos dos Goytacazes, condenou o vocalista da banda Jota Quest, Rogério Flausino, a pagar R$ 50 mil de indenização por danos morais para uma dupla formada pelo fidelense Nycolas e a campista Fabyane.

O caso aconteceu durante um show na 57ª ExpoAgro de Campos, em 2016. Na ocasião, o cantor, que se apresentava no palco principal, proferiu ofensas contra a dupla e ao estilo musical. As ofensas foram feitas após a dupla iniciar a apresentação em um dos camarotes, acreditando que o show da banda teria acabado, já que o grupo parou de cantar. Confira mais AQUI. A primeira e única audiência do caso aconteceu no dia 28 de fevereiro desse ano (reveja AQUI).

“A gente fica triste e surpreso por existir esse tipo de comentário nos dias de hoje, ainda mais quando vem de uma pessoa que é do meio musical, que conhece as dificuldades, as lutas e as adversidades da profissão. A música sertaneja sempre sofreu preconceito pela sua origem, quando era cantada por pessoas humildes, nas cidades interioranas. Hoje é o estilo mais tocado e mais “consumido” no país. Se você entrar hoje na Billboard, que é uma referência das músicas mais tocadas nas rádios, 10 músicas do Top10 são sertanejas”, disse Nycolas ao SF Notícias em fevereiro.

Na decisão o Juiz diz que “Na concreta situação em exame, exsurge indubitável o dano moral sofrido pelos acionantes, decorrente dos xingamentos que lhes foram dirigidos pelo réu Rogério Flausino… fato presenciado por todo o público presente no local e, sem dúvidas, tem o condão de macular a honra e a imagem da dupla sertaneja“.

Em sua decisão, o Juiz determinou que Rogério Flausino pague R$ 25 mil para Nycolas e o mesmo valor para Fabyane, mas no final acaba sendo R$ 50 mil, já que os dois são casados.

Após a decisão, em primeira instância, Nycolas disse ao SF Notícias que espera que tudo seja resolvido logo. “Nossa intenção nunca foi “ganhar dinheiro” com o processo e acho que o Juiz foi muito feliz na decisão. Tenho certeza de que o ocorrido serviu de aprendizado para ele e que defendemos a nossa bandeira e os nossos direitos com todo empenho possível”.

Após a audiência de fevereiro, o SF Notícias encontrou em contato com a assessoria do grupo Jota Quest, mas fomos informados que Rogério Flausino não iria se pronunciar.


Mais do SFn