segunda-feira , 18 dezembro 2017

Após perseguição e troca de tiros, acusados de homicídio são presos pela PM em Cordeiro Policiais passaram três horas na mata até encontrarem os acusados, que atiraram contra os PMs

Policiais passaram três horas na mata até encontrarem os acusados, que atiraram contra os PMs

Fotos: SF Notícias

Em ação rápida, policiais militares do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) de Cordeiro conseguiram prender dois homens acusados de terem matado Celso Luiz Cipriano, crime que aconteceu horas antes da prisão. Segundo informações da PM, a motivação para o crime é a disputa pela venda de drogas no bairro BNH.

Era por volta das 13h50 quando a Polícia Militar foi acionada para verificar disparos de arma de fogo próximo da Praça do bairro BNH. Ao chegarem ao local os PMs encontraram Celso já sem vida. Ele foi atingido por três disparos na nuca. Com informações passadas por testemunhas e moradores do local, os policiais descobriram que os autores do crime fugiram em direção ao Parque de Exposições e entraram na mata do IPERJ.

Como não era possível entrar com a viatura no local, os PMs passaram três horas andando na mata até encontrarem os acusados e serem recebidos a tiros. Os policiais revidaram e conseguiram render os dois, que estavam escondidos em um tronco de árvore morta. Os dois informaram que esconderam a arma usada no crime em outra árvore, mas ela não foi encontrada.

Ainda de acordo com a polícia, na delegacia, os acusados, identificados como “Piu” e “Junhinho”, informaram que Celso era o único não vinculado a mesma facção deles, e que o mesmo havia pegado uma carga da facção rival para vender no bairro Alto do Retiro, mas ele não havia prestado contas da carga e teria passado a intimidar os acusados, inclusive, momentos antes de ser morto. Até o momento a polícia não divulgou o nome completo dos acusados.


Mais do SFn