terça-feira , 19 março 2019

Após São Fidélis, tomógrafo móvel seguirá para Macaé Veículo, que está em Miracema, chega em São Fidélis na próxima semana

Veículo, que está em Miracema, chega em São Fidélis na próxima semana

Com demanda reprimida de mais de dois mil exames de tomografia, as regiões Norte e Noroeste do Estado começam a receber visita do tomógrafo móvel. Iniciativa do Governo do Estado do Rio de Janeiro faz parte de plano de ação para reduzir a fila de espera por exames. O programa ficou parado por dois anos, devido crise financeira do Estado, e é retomado pelo atual governo.

O equipamento móvel, com capacidade para realizar cerca de 70 exames por dia, segue, na próxima semana, para São Fidélis, onde fica até o fim do mês. Todos os exames serão agendados pelo Sistema Estadual de Regulação (SER), da Secretaria de Estado de Saúde, e terão hora marcada. A médica Cláudia Camisão destaca que o tomógrafo móvel reduz a necessidade de deslocamento, promovendo ganho de qualidade de vida.

“Além de reduzir o tempo de espera para a realização de exames, o equipamento possibilita que o atendimento seja próximo ao município de moradia do paciente. Para quem necessita do exame, essa comodidade garante mais dignidade ao usuário”, explica Cláudia, que é diretora da Dimpi Gestão em Saúde, responsável pelo equipamento.

“As unidades móveis permitem a interiorização da medicina de alta complexidade, levando ao interior do estado equipamentos que, em geral, são fixos e em unidades hospitalares para regiões que não possuem essa tecnologia “, completa

A empresa utiliza um sistema de telerradiologia, que permite que as imagens sejam transmitidas para qualquer lugar. No começo de março, é a vez de Macaé, na Região Norte, receber o equipamento, que realizará até 900 exames. O Estado ainda não divulgou qual cidade, após Macaé, irá receber o tomógrafo.


Mais do SFn