DENGUE-PUREZA-4

Após suspeita de caso de zika, Prefeitura fará mutirões em São Fidélis

Fotos: Vinnicius Cremonez/ Manuela Escalla
Fotos: Arquivo/SF Notícias.

Na semana passada, uma gestante fidelense foi diagnosticada com suspeitas de ter sido contagiada pelo zida vírus. A mulher passou por exames no CRDI – Centro de Referência de Doenças Imuno-Infecciosas do município. A amostra de sangue colhida foi enviada para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), onde passará por análise. Após a suspeita, a Secretaria Municipal de Vigilância em Saúde decidiu realizar vários mutirões na cidade, de forma a controlar os focos do mosquito aedes aegypt, causador da zika, da dengue e da chikungunya.

O primeiro mutirão está acontecendo nesta segunda-feira (14/12), no bairro da Vila dos Coroados. Na terça (15/12), passará pela Ipuca. Na quarta (15/12), os destinos são Penha, Barão de Macaúbas e Parque Tinola. Na quinta (17/12), São Francisco, Ordem, São Vicente de Paula, Chatuba e Montese. Fechando a semana, na sexta (18/12), no Centro e no Barreiro. Em breve também serão divulgadas as datas das ações no interior do município.

O grande risco da zika para as gestantes, é que o vírus pode causar microcefalia nos bebês. O Brasil vive um surto inédito de microcefalia em 2015, com 1.248 casos notificados até 28 de novembro — a média dos últimos cinco anos foi de 156 casos. No estado do Rio de Janeiro, pelo menos 341 grávidas já estão com suspeitas de terem contraído o zika vírus no estado do Rio de Janeiro. O número é contado a partir de 18 de novembro, data em que passou a ser obrigatória a notificação do atendimento de gestantes com sintomas da zika, como manchas vermelhas na pele.

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *