quinta-feira , 23 novembro 2017

Após travessia entre pontes numa fita, jovem faz planos de trazer a prática do “Highline” para São Fidélis Estudante de educação física, Ugo Laterça Pinto de 24 anos, começa a fazer planos para visitar a cidade e apresentar a prática do esporte para os fidelenses

Estudante de educação física, Ugo Laterça Pinto de 24 anos, começa a fazer planos para visitar a cidade e apresentar a prática do esporte para os fidelenses

Fotos: Arquivo pessoal

No último domingo (28), quem passou pela Avenida XV de Novembro ou pela Orla de Guarus em Campos, se deparou com algo inusitado no cotidiano da cidade. Um homem atravessava o rio Paraíba do Sul por uma fita, fixada entre as pontes Leonel Brizola e Barcelos Martins, no que é conhecido como “Highline”.

O estudante de educação física, Ugo Laterça Pinto de 24 anos, conta que é apaixonado por esportes e mais ainda por natureza, sendo o casamento perfeito para a prática do “Highline”, que é uma das quatro modalidades de Slackline, sendo uma das vertentes mais desafiadoras, onde não consiste apenas em equilibrar-se em uma fita, mas em estabilizar o psicológico.

Ele que pratica Slackline há seis anos, conta que o próximo desafio vai ser caminhar entre uma encosta e outra do morro do Itaoca. “Ainda não tenho equipamentos para esse novo desafio, mas pretendo andar 250 metros em cima da fita de um topo ao outro no Itaoca”, contou Ugo que também pretende levar a prática para outras cidades da região.

Quando perguntado sobre o desafio da travessia no Paraíba entre as pontes em São Fidélis, Ugo além de dizer topar, já começa a fazer planos para visitar a cidade e apresentar a prática do esporte para os fidelenses. O jovem não conta com apoio de empresas e instituições, mas afirma que seria um incentivo maior para sua carreira e projetos com o esporte.

Baixe agora o aplicativo do SFn no seu celular!https://goo.gl/w4WvaY.


Mais do SFn