Atleta paduana, Camille Rodrigues, conquista medalhas de ouro no Circuito Loterias Caixa Ao todo, são cinco medalhas de outros em duas etapas e um recorde nacional

Ao todo, são cinco medalhas de outros em duas etapas e um recorde nacional

Fotos: arquivo pessoal

A atleta paduana, Camille Rodrigues, conquistou duas medalhas de ouro na segunda etapa nacional do Circuito Loterias Caixa. A segunda etapa aconteceu neste final de semana no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, e foi a última chance para obtenção de índices para o Mundial de Natação Paralímpica, que será disputado entre os dias 30 de setembro e seis de outubro, na Cidade do México.

Fala Camille

Em seu perfil no facebook, Camille falou sobre os desafios que passou após o Rio 2016 e que pensou em mudar o seu foco.

Depois de dez meses pós Rio 2016, confesso que varias vezes pensei em mudar meu foco. Foram meses conturbados, mudança de cidade, perdas de patrocínios, mas há três semanas a luz do túnel se acendeu com essa maravilhosa equipe do Vasco. Essa equipe me fez acreditar de novo no meu sonho! Obrigada minha técnica /coordenadora, ao meu preparador fisico/técnico, ao meu fisio e todos os meus amigos de treino por me acolherem tão bem! Vamos que vamos rumo à terceira etapa Nacional em outubro!“.

Mais medalhas no circuito e recorde nacional

Essa não é a primeira vez que Camille conquista medalhas de ouro no Circuito Loterias Caixa. Na primeira etapa, em junho, ela conquistou medalhas de outro nas três provas que disputou e, ainda, bateu o recorde nacional na 200m medley -sm9 com o tempo de 03:02’82.

O circuito 

O circuito é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro e, é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, natação e halterofilismo. Composto por quatro fases regionais e três nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidades para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país.


Mais do SFn