segunda-feira , 20 janeiro 2020

Aumento na vazão de represa eleva nível do Paraíba em São Fidélis, mas sem risco de inundação Nos últimos dias o rio estava seco. A cota de transbordo é de 4.80 na Ipuca e de 5.20 nas ruas mais baixas do Centro

Nos últimos dias o rio estava seco. A cota de transbordo é de 4.80 na Ipuca e de 5.20 nas ruas mais baixas do Centro

Rio atingiu a cota de 2.65 hoje pela manhã

Em poucos dias o cenário no Rio Paraíba do Sul, em São Fidélis, no Norte Fluminense, mudou. Até sábado passado dava para ver pedras e mais pedras, e até atravessar o rio andando em alguns pontos. Mas de domingo para cá o nível do rio começou a oscilar, até chegar à marca de 2.65 na manhã de hoje (14/12). A medição foi feita pelo Corpo de Bombeiros por volta das 6h da manhã. Ontem, no mesmo horário, o nível estava em 2.40. A elevação ainda não preocupa, pois o nível está bem abaixo da cota de transbordo, que é de 4.80 na Ipuca e de 5.20 metros nas ruas mais baixas do Centro da cidade.

Em Campos, por exemplo, o nível do Rio Paraíba subiu 1,60 m em 24 horas (entre quinta e sexta-feira), atingindo 7,07m. A cota de transbordo é de 10,60m e, portanto, ainda não há risco de inundação. Segundo a Defesa Civil de Campos, esse aumento no volume do Rio Paraíba nas últimas horas é consequência da abertura de comportas na represa Ilha dos Pombos, em Carmo, que aumentou a vazão de 578m³/s. Segundo o coordenador da Defesa Civil Municipal, major Edson Pessanha, o nível do reservatório da Ilha dos Pombos aumenta de acordo com a quantidade de chuva que atinge a região da Bacia do Rio Paraíba do Sul.

Mais do SFn