sexta-feira , 24 novembro 2017

Bancários aceitam proposta e voltam ao trabalho nesta terça-feira

Bancos em greve
Fotos: Manuela Escalla / Vinnicius Cremonez

Em uma assembleia realizada na noite desta segunda-feira (06/10), o Sindicato dos Bancários decidiram o fim de mais uma greve da categoria.

A categoria aceitou a proposta de de reajuste salarial feita pela Federação Nacional dos bancos(Frnaban) apresentada na última sexta-feira (03), que prevê aumento de 9% nos pisos da categoria e de 8,5% nos demais salários.Com o reajuste proposto, o piso para caixa/tesoureiro passará a R$ 2.426,76 por jornada de 6 horas/dia – após 90 dias de emprego; o auxílio-refeição será R$ 572,00 ao mês e, o auxílio alimentação com 13ª cesta terá o valor de R$ 431,16 ao mês.

A participação nos lucros (PLR) também teve sua regra básica alterada para 90% do salário acrescido de R$ 1.837,99, sendo limitado a R$ 9.859,93. Para a parcela adicional da PLR a regra será de 2,2% do lucro líquido dividido linearmente para todos e limitado a R$ 3.675,98. A Fenaban observa que a primeira parcela da PLR será depositada 10 dias após assinatura da Convenção Coletiva, já a segunda parcela cairá em março.

A greve começou no último dia 30 de agosto e apenas os caixas eletrônicos das agências bancárias estavam funcionando. Todas as agências bancárias de São Fidélis aderiram a paralisação.

furto no itau foto vinnicus cremonez


Mais do SFn