Fotos: SFnotícias

Bancários de São Fidélis aderem a greve nacional da categoria

Fotos: Manuela Escalla
Fotos: Manuela Escalla

Bancários de todo o país, inclusive de São Fidélis, entraram em greve, a partir de hoje (30)  por tempo indeterminado.

As assembleias realizadas em todo o país reafirmaram, na ultima segunda (29), o que já havia sido votado na última quinta-feira (25). A categoria aguardará a negociação com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Este foi o resultado da sétima rodada de negociação entre a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) e o Comando Nacional dos Bancários, onde não teve um saldo positivo, e por isso a votação foi favorável a paralisação.

Os trabalhadores reivindicam reajuste de 12,5%, sendo 5,8% de aumento real. Eles também pedem Participação no Lucros e Resultados (PLR) de três salários, além de uma parcela adicional de R$ 6.247, piso de R$ 2.979,25 e vales alimentação, refeição, décima terceira cesta e auxílio-creche/babá no valor de R$ 724. No último sábado (27), os bancos haviam elevado o índice de reajuste de 7% para 7,35% para os salários e de 7,5% para 8% para os pisos, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf).Banco em greve

De acordo com o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região, a greve vai paralisar grande parte das 2.980 agências de base do sindicato. Durante a greve, segundo o sindicato, os caixas de autoatendimento continuam funcionando normalmente para atender ao público bancário. Em todo o país, segundo a entidade, há cerca de 512 mil bancários.

Além de um plano de cargos e salários digno, também solicitam isonomia, igualdade de oportunidades e fim das demissões, das terceirizações, do assédio moral e sexual e das metas abusivas.

Banco em greve

Fonte: Agência Brasil / Redação – São Fidélis Notícias


Mais do SFn