segunda-feira , 15 julho 2019

Barreira Fiscal aumenta fiscalização nos postos e rodovias estaduais Devido ao aumento nas revistas veicular e pessoal ocorrida nos postos e através das equipes volantes, houve um aumento de 166% no registro de ocorrências policiais

Devido ao aumento nas revistas veicular e pessoal ocorrida nos postos e através das equipes volantes, houve um aumento de 166% no registro de ocorrências policiais

Fotos: SF Notícias

Nos primeiros seis meses deste ano, os cinco postos da Operação Barreira Fiscal localizados em importantes divisas do Estado – Angra dos Reis, Timbó, Nhangapi, Mato Verde e Levy Gasparian – aumentaram em 72% o volume de veículos fiscalizados e revistados. Foram 66.491 este ano, contra 38.760 no primeiro semestre de 2018. Devido ao aumento nas revistas veicular e pessoal ocorrida nos postos e através das equipes volantes, houve um aumento de 166% no registro de ocorrências policiais. Este ano, até o final de junho, foram registradas 1.416 ocorrências, contra 533 no mesmo período do ano passado. A apreensão de drogas representa 85% do total de ocorrências policiais (1.202 ocorrências e 32,5kg de drogas apreendidas).

Em função do aumento nas abordagens nos postos fiscais e rodovias, foram capturados 63 foragidos da Justiça com mandados de prisão pendentes – o que representa um aumento de 1.200% em relação ao mesmo período do ano anterior. A apreensão de armas de fogo também aumentou significativamente, cerca de 300%. Foram 20 armas de fogo retiradas das estradas este ano contra cinco apreendidas no primeiro semestre de 2019.

Segundo o Secretário de Governo Gutemberg Fonseca, este aumento expressivo nos registros das ocorrências é resultado da reavaliação das metas estipuladas pelo Governo Wilson Witzel. “Este ano estamos intensificando as ações de pente fino em todos os nossos postos e nas estradas. Fizemos um redesenho da Barreira Fiscal ampliando a atuação da Operação para o viés da segurança pública, mas sem prejudicar o suporte dado a Secretaria de Fazenda“, explicou Rosanna, coordenadora do programa Barreira Fiscal.

As equipes volantes da Barreira Fiscal, que atuam nas rodovias estaduais e dentro das cidades, abordando veículos suspeitos e fazendo a checagem de cargas, também tiveram um aumento de produtividade. Foram 132% ações a mais nestes primeiros seis meses do ano, em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro a junho foram 188 ações (entre blitzes, diligências de apoio, rondas e escoltas), contra 81 realizadas no ano passado. A Operação Bomba Limpa, que é um braço da Barreira Fiscal e atua na fiscalização de postos de combustíveis em parceria com o Procon, a ANP e o IPEM, fiscalizou 67 postos e lacrou 33 bombas/bicos, o que representa um acréscimo de 43% na constatação de irregularidades contra o consumidor.

Algumas parcerias importantes também foram consolidadas nestes 180 dias do ano como a que foi celebrada com o Disque-Denúncia e 190 da Polícia Militar, para o recebimento de queixas sobre a entrada de armas e drogas no Estado, além de mercadoria pirateadas, contrabando e fraudes praticadas pelos postos de combustíveis. Foi firmada parceria com o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER), que permite a autuação em rodovias estaduais e a importante colaboração das equipes da Receita Federal e Polícia Federal que atuam com cães farejadores nas ações de revista.


Mais do SFn