sexta-feira , 9 dezembro 2016
trevo pádua 3

Batalhão da PM realiza 1º Desafio Homem de Pedra, em Pádua

trevo pádua 1
Fotos: Alexander Samel / Vinnicius Cremonez

Acontece neste domingo, dia 15, o 1º Desafio Homem de Pedra, evento que está sendo preparado pelo 36º Batalhão de Polícia Militar de Santo Antônio de Pádua, com o apoio e assessoramento da Associação Anda Pádua

A prova é dividia em dois percursos. A corrida de montanha possui 8km, passando pelo Morro do Tabuleiro e Morro da Torre – Chácara), e pode ser disputada em equipe com três pessoas ou individual. Já a caminhada possui 3km, passando por algumas ruas de Pádua. A largada para os dois percursos, acontecem na RJ-116, em frente a sede do batalhão.

A Inscrição corresponde a 5kg de alimentos não perecíveis para a corrida e 3kg para a caminhada. O local de concentração dos atletas e participantes será no estacionamento do 36º BPM, onde haverá postos com atendimentos básicos de saúde como medição de pressão arterial, massa corporal, índice glicêmico, orientações de escovação, aquecimento e alongamento pós corrida.

O participante receberá o kit corrida constante de uma sacola do evento com a camisa da prova, um chip e uma numeração e todos receberão uma medalha de participação.

castelano novo 5Em entrevista a nossa equipe, o comandante do 36º BPM, o Tenente Coronel Eduardo Vaz Castelano, disse que terá distribuição de frutas na chegada, whey proteín, premiação com medalhas e troféus individual masculino, feminino e por equipe.

“O nome escolhido para o evento é uma homenagem a cidade de Pádua, que é conhecida como “cidade da pedra” pelo poderoso polo de extração de pedra no estado do Rio de Janeiro e, pela corrida ser um verdadeiro desafio, em virtude das dificuldades de temperatura, percurso acidentado e em alto relevo, o que transmitem rusticidade e requer bastante resistência e preparação física de seus participantes”, disse Castelano.

Ainda segundo o comandante, o objetivo do evento é possibilitar mais uma forma de integração entre a PMERJ e a comunidade, divulgar a cidade de Pádua e ajudar pessoas carentes menos favorecidas através da doação dos alimentos produto das inscrições que serão distribuídos nas instituições beneficentes da cidade e comunidades carentes.

Equipes de outros batalhões participaram da prova, inclusive do Batalhão de Operações Especiais, o BOPE.

“Buscamos preparar um evento de qualidade no intuito de interagir com a população e para que as pessoas se divirtam, pratiquem o exercício físico e se torne um momento agradável para os participantes de forma que possa acontecer no ano seguinte o 2º, depois o 3º é assim por diante se tornando um evento tradicional na cidade de Pádua”, conclui Eduardo Vaz Castelano.

batalhão de pádua 2

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *