sexta-feira , 18 outubro 2019

Biometria: zonas eleitorais do estado vão estar de plantão neste sábado O eleitor que não comparecer dentro do prazo terá seu título eleitoral cancelado, ficando impedido de votar, de receber benefícios sociais, como o Bolsa Família, de obter passaporte, de ser empossado em cargo público, entre outros impedimentos

O eleitor que não comparecer dentro do prazo terá seu título eleitoral cancelado, ficando impedido de votar, de receber benefícios sociais, como o Bolsa Família, de obter passaporte, de ser empossado em cargo público, entre outros impedimentos

Fotos: SF Notícias

Neste sábado (21), será realizada uma nova edição do plantão em todas as zonas eleitorais do estado, com exceção daquelas situadas nos municípios que já concluíram a revisão biométrica do eleitorado (Armação dos Búzios, Niterói, São João da Barra, Queimados, Rio das Ostras, São Sebastião do Alto e Trajano de Moraes). O eleitor em dúvida sobre a necessidade de fazer a biometria pode fazer a consulta no site do TRE-RJ ou na Central de Atendimento Telefônico (21) 3436-9000. O horário de atendimento permanecerá das 9h às 15h. Todos os eleitores devem fazer o agendamento para participar do Sabadão Eleitoral. A Central de Atendimento ao Eleitor (CAE), localizada na Avenida Wilson, 198, no Centro do Rio, é o único posto em que é possível ser atendido sem agendamento. Essa CAE atende eleitores de qualquer domicílio eleitoral do estado do Rio de Janeiro, por ordem de chegada, e o cadastramento se dará conforme a capacidade de atendimento.

Em 35 municípios fluminenses, o cadastramento é obrigatório (revisão eleitoral). Em sete dessas cidades (Cambuci, Cantagalo, Carmo, Conceição de Macabu, Engenheiro Paulo de Frontin, Sapucaia e Sumidouro) o prazo para a biometria obrigatória termina neste domingo (22). Nos demais 28 municípios, a revisão eleitoral vai até o dia 1º de dezembro. O eleitor deve levar documento de identificação oficial (com foto), comprovante de residência recente (até 3 meses de emissão) e título de eleitor (se tiver). Além desses documentos, os eleitores do sexo masculino com mais de 18 anos que forem tirar a primeira via do título devem também apresentar o comprovante de quitação com o serviço militar (com foto). Para saber a documentação completa em outros casos, como mudança de nome por casamento, clique aqui.

Nos municípios onde o procedimento é obrigatório, o eleitor que não comparecer dentro do prazo terá seu título eleitoral cancelado, ficando impedido de votar, de receber benefícios sociais, como o Bolsa Família, de obter passaporte, de ser empossado em cargo público ou de renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo. Também poderá ter dificuldades para obter empréstimos em bancos oficiais e participar de concorrência pública ou administrativa. Para mais informações, o eleitor deve acessar www.tre-rj.jus.br/biometria.

Mais do SFn