quinta-feira , 17 agosto 2017

Bloqueio atmosférico provoca calor excessivo na região

tempo sol 1
Fotos: Vinnicius Cremonez / André Moraes

Os efeitos de um novo bloqueio atmosférico começaram a ser observados sobre o Brasil, em particular sobre os Estados do Sudeste. A semana que começou com a nebulosidade e a chuva de uma frente fria termina com o sol forte, níveis de umidade do ar muito abaixo do normal e um calor excessivo para janeiro.

A população do Espírito Santo, de grande parte de Minas Gerais e do Rio Janeiro arde em calor. Este bloqueio é caracterizado pela forte atuação do sistema de alta pressão subtropical do Atlântico Sul (ASAS) que reduz a umidade do ar e consequentemente a nebulosidade e as condições para chuva.

A sigla ASAS ficou conhecida e foi sendo incorporada nas conversas do dia a dia da população brasileira no ano passado, pois este poderoso sistema de alta pressão atmosférica foi um dos culpados por deixar o Brasil sem chuva no verão 2013/2014. As consequências da falta de chuva do verão passado foram sentidas durante todo o ano de 2014 em todos os setores da economia, continuam em 2015 e ainda serão vividas em 2016.

chatubaO verão é a estação mais chuvosa em praticamente todo o Brasil. Um verão com pouca chuva coloca em risco o abastecimento de água e de energia no país.

Segundo o ClimaTempo, de sábado até a próxima quarta-feira(14), não existe previsão de chuva. O dia será de muito sol, calor e algumas poucas nuvens no céu.  Neste sábado as temperaturas variam entre a máxima de 38º e mínima de 22º graus. Já no domingo as temperaturas ficam entre 36º e 22º graus.

Ainda de acordo com o ClimaTempo, na segunda, terça e quarta-feira, as temperaturas irão variar entre máxima de 38º graus e mínima de 21º gruas. A população deve ter cuidado em se expor ao sol, pois o índice de radiação ultravioleta atingirá o limite extremo de sábado até quarta-feira.

Igreja Matriz Foto Vinnicius Cremonez 19


Mais do SFn

SFn