segunda-feira , 15 outubro 2018

Bombeiros salvam mulher que tentava se jogar de prédio e evitam tragédia em Cambuci A taxa de suicídio em Cambuci e em cidades da região é muito alta. Ações precisam ser feitas para evitar novos casos

A taxa de suicídio em Cambuci e em cidades da região é muito alta. Ações precisam ser feitas para evitar novos casos

Fotos: SF Notícias

Militares do Destacamento do Corpo de Bombeiros em Cambuci conseguiram evitar uma tragédia na noite desta segunda-feira (17/09), ao salvarem uma mulher que tentava se jogar do quarto andar de um prédio no Centro de Cambuci. A mulher, de 23 anos, estava com os braços e pernas para fora da janela quando foi salva pelos bombeiros que usaram a técnica de rapel para salvar a vítima, que foi encaminhada ao hospital. Setembro é um mês dedicado à luta contra o suicídio.

A taxa de suicídio em Cambuci, em cidades da região e no Brasil, é muito alta. O país registra um caso a cada 45 minutos. Instituições, voluntários e igrejas fazem ações para evitar que os números aumentem. Na última sexta-feira, por exemplo, a escola batista de Cambuci fez uma ação de prevenção com teatro, orações e orientações para detectar os sinais de risco.

Os dados mundiais indicam que ocorre uma tentativa a cada três segundos e um suicídio a cada 40 segundos. Tirar a própria vida está entre as principais causas das mortes entre jovens, de 15 a 29 anos, e também de crianças e adolescentes.

Segundo o estudo Prevenção do Suicídio – Um Recurso para Conselheiros, da OMS, os suicídios resultam de uma complexa interação de fatores biológicos, genéticos, psicológicos, sociológicos, culturais, e ambientais. Uma melhor detecção na comunidade, o encaminhamento para especialistas e a gestão do comportamento suicida são passos importantes na prevenção do suicídio.

Ainda segundo a OMS, a prevenção do suicídio envolve uma variedade de atividades, incluindo a boa educação das crianças, aconselhamento familiar, tratamento das perturbações mentais, controle ambiental de fatores de risco, e educação da comunidade. A educação eficaz da comunidade, uma intervenção vital e básica, inclui o entendimento das causas do suicídio, assim como a sua prevenção e tratamento.

Em junho, uma parceria entre o Ministério da Saúde e o Centro de Valorização da Vida (CVV), tornou gratuita em todo o Brasil a ligação para o CVV através do número 188. O CVV é uma associação civil sem fins lucrativos que trabalha com prevenção ao suicídio, por meio de voluntários que dão apoio emocional a todas as pessoas que querem e precisam conversar. A ligação é sigilosa.


Mais do SFn