segunda-feira , 24 junho 2019

Brasil não terá inverno mais frio dos últimos 100 anos, esclarece o Inmet Segundo o Inmet, a informação não possui fundamento técnico/científico, nenhuma base de estudo de pesquisa climatológica ou de previsão climática

Segundo o Inmet, a informação não possui fundamento técnico/científico, nenhuma base de estudo de pesquisa climatológica ou de previsão climática

Fotos: Reprodução

Nos últimos dias, a informação de que o “Brasil terá o inverno mais rigoroso dos últimos 100 anos” chamou a atenção nas redes sociais. Quem curte o frio logo se animou, mas a “notícia” assustou muita gente.

Como diversas notícias falsas que circulam nas redes sociais, essa foi mais uma. Em nota, o Instituto Nacional de Meteorologia, instituição oficialmente responsável pelas informações meteorológicas e climatológicas do país, esclareceu que a informação não procede, pois não possui qualquer fundamento técnico/científico, nenhuma base de estudo de pesquisa climatológica ou de previsão climática.

O Inmet disse ainda que, segundo registros históricos, a climatologia dos invernos mais severos que se destacaram no Brasil originadas de ondas de frios que atingiram as regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Norte ocorreram nos anos de 1975, no município de Guarapuava – PR, que registrou -10°C (a mais intensa), em 1979, 1981, 1985, 1994, 1999, 2000, e a mais recente em Irati – PR, que registrou -4°C em julho do ano passado.

Ainda segundo nota do Inmet, a grande maioria dos modelos de previsão de temperaturas para o inverno de 2018 indica que “teremos condições dentro da normalidade, com algumas ondas de frio que devem atingir até a parte sul da Região Norte do Brasil”.


Mais do SFn