quinta-feira , 21 setembro 2017
Quebra Molas danificado na Av 7 de setembro

Buracos, iluminação pública precária, sinalização improvisada, falta de latões de lixo e falta de sinalização em São Fidélis.

O tráfego do centro da cidade vem sendo um transtorno para os moradores de São Fidélis devido a quantidade de buracos, iluminação pública precária, quebra molas danificados e sinalização improvisada.

Após recebermos vários contatos solicitando respostas sobre o assunto, nossa equipe percorreu o centro da cidade  e o bairro da Penha para verificarmos as reclamações dos moradores.

Foram encontrados, faixas de pedestres apagadas, muitos buracos, quebra molas danificados, postes com mal funcionamento  e calçadas em péssimo estado.

GEDSC DIGITAL CAMERA

Em entrevista a nossa reportagem o Secretário Municipal de Serviços Públicos, Sr. Ildefonso Tito de Azevedo Junior explicou que o trabalho de manutenção das vias é realizado pela  prefeitura no máximo de 60 a 60 dias, e que em parceria  com o governo do estado,  através do  DER-RJ,  recuperam os buracos nas vias urbanas. Os buracos são consequências de dois fatores: O primeiro lugar seria a CEDAE, que em manutenção da rede de água  fazem buracos nas ruas. Em segundo lugar, O tráfego intenso de caminhões que passam pela cidade.

Os buracos encontrados na RJ-158 são responsabilidade do DER-RJ, mas existe um acordo entre a prefeitura e a instituição para que a manutenção seja feita por ambos.

“No máximo 10 dias os problemas serão resolvidos.” Completou o secretário.

Os moradores da Zona Rural também reclamam do abandono da secretaria. “Não existe iluminação pública em determinadas ruas,como por exemplo a ruas que vão em sentido a Esperança e Toca”.

Em resposta o secretário disse: “A responsabilidade da prefeitura é com centros urbanos,  como por exemplo: Valão dos Milagres, Cambiasca, Barro Branco, já na esperança é uma área de sítios que não tem ligação com a zona urbana da cidade, e com isso não há previsão para instalação de iluminação pública.

Foi perguntado também para o secretário o real motivo da diminuição dos latões de lixo na cidade, o mesmo disse:  “O povo bota fogo e rouba, porem já foi providenciada a aquisição de novos latões de lixo, só que a aquisição no poder público não é de um dia para outro, tem que abrir licitação e aguardar uma boa oferta de preço, creio que no início do ano teremos mais latões de lixos na cidade,nossa cidade é a única cidade do estado do Rio de Janeiro que o  lixo é retirado  diariamente,em outras cidades o lixo é recolhido em dias alternados,nós atendemos a nossa população de segunda a sábado,todos os dias’’.

O secretário finalizou a entrevista pedindo que o povo ajude a administração pública.

“Tudo que é de patrimônio publico é do povo,fiquem de olho nos vândalos que quebram tudo e colocam fogo nos locais públicos.”

 

Fotos: Jainne Oliveira

 

 


Mais do SFn

SFn