taxi 1

Câmara faz audiência para padronizar táxis de São Fidélis

qsdfdfgjuhk
Fotos: Matheus Almeida / Vinnicius Cremonez

Uma audiência pública foi realizada na noite desta segunda-feira (09) na Câmara Municipal de Vereadores de São Fidélis. O objetivo era votar e aprovar as novas normas para os taxistas do município.

Em entrevista a nossa equipe de reportagem, o então presidente da casa, vereador jacoo vereador Jorge Henrique da Silva (PMDB), conhecido como Jacozinho, disse que a audiência foi realizada para que  o município cumpra com o TAC – Termo de Ajustamento de Conduta – firmado no ano passado com o Ministério Público, e que a prefeitura não havia se posicionado sobre o assunto.

camara de vereadores“O município não está se atentando quanto ao prazo estipulado pelo TAC. Decidi fazer a audiência pública para que seja cumprida a lei e o prazo estipulado pelo Ministério Público. Os taxistas estiveram presentes, opinaram, escolheram as melhores opções e foi votado e aprovado”, disse o vereador.

Também ficou decidido que os proprietários e os auxiliares, usaram um cartão de identificação, para evitar que várias pessoas utilizem um mesmo táxi. Já em relação aos pontos, tantos os fixos ou os temporário, serão definidos e regulamentados pela prefeitura. Também passou a ser proibido o aumento do número de veículos nos pontos fixos atualmente existentes.

Jacozinho disse ainda que os próprios taxistas é que vão se reunir para escolher a cor padrão dos veículos e o modelo de faixa que os carros devem passar a usar. A escolha deve ser feita até a próxima semana, quando o projeto será enviado para a Prefeitura Municipal de São Fidélis. “Se o prefeito não aprovar o preojeto, ele volta para a Câmara e derrubamos o veto”.

Em relação a tarifa, por não ter 50 mil habitantes, o vereador disse que os taxistas precisão criar uma associação para ter uma representatividade junto a prefeitura e, juntos, decidirem com o IMETRO o que será feito. “O taxímetro é a melhor maneira de ter uma tarifa justa”, concluiu o vereador.

Muitos moradores questionam o alto preço da tarifa. Um corrida do Centro ao bairro Vila dos Coroados por exemplo, chega a ser cobrado R$ 15,00, dependendo do taxista. Com a lei aprovada na audiência, será feita uma fiscalização para coibir o  uso irregular dos táxis e a aquisição de veículos por pessoas que não trabalham no ramo.

taxi 3

SFn

Um comentário

  1. Parabenizo ao sr. Jacozinho pelo apoio e oportunidade a nos. Estamos juntos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *