Caminhoneiro de São Fidélis segue há dois meses desaparecido "Saudade só aumenta" - relatam os familiares de Everaldo

"Saudade só aumenta" - relatam os familiares de Everaldo

Fotos: Arquivo Pessoal

“Dois meses se passaram e a saudade só aumenta” esta é a realidade da família do caminhoneiro Everaldo Coutinho Fontes, de 44 anos, desaparecido desde o dia 16 de maio deste ano. Natural de São Fidélis, ele fazia o transporte de uma carga de carvão da Bahia para Campos, que chegou a ser entregue, mas desde então os familiares não têm mais contato com o mesmo.

O caminhão do trabalhador foi encontrado (foto abaixo) sendo pintado em uma oficina na localidade de Travessão, em Campos. Segundo a polícia, um rapaz chegou ao local a mando de Everaldo para solicitar o serviço de pintura do veículo, que estava com o chassi remarcado e com a placa e a cor adulterada.

Através das redes sociais, amigos e parentes lamentam o desaparecimento, eles acreditam que o caminhoneiro possa ter sido roubado e não perdem as esperanças de encontrá-lo vivo. Entre eles, a esposa de Everaldo que retrata como está sendo difícil a vida sem o marido “60 dias de angústia. Onde você está? Tristeza um pedaço de mim também morreu”.

Fez algum registro? Mande fotos e vídeos para o nosso WhatsApp (22) 99793-8976. Baixe agora o aplicativo do SFn no seu celular! https://goo.gl/w4WvaY.


Mais sobre este assunto

Mais do SFn

SFn