Caminhoneiros fazem manifestação na RJ-186, em Santo Antônio de Pádua Categoria quer a redução do valor do óleo diesel, que tem tido altas consecutivas nas refinarias

Categoria quer a redução do valor do óleo diesel, que tem tido altas consecutivas nas refinarias

Assim como em várias partes do Brasil, caminhoneiros também fazem uma manifestação em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste Fluminense. O ato começou na tarde desta quarta-feira (23/05) na frente de um posto de combustíveis na RJ-186, no trecho sentido Pirapetinga.

O 36º Batalhão de Polícia Militar informou que guarnições foram deslocadas para acompanhar a manifestação. A categoria quer a redução do valor do óleo diesel, que tem tido altas consecutivas nas refinarias. Só na semana passada, foram cinco reajustes. Os protestos começaram ontem e acontecem em todo o Brasil.

Protesto que ocorreu em São Sebastião do Alto

Em São Sebastião do Alto, na Região Serrana, o grupo formado por 100 caminhoneiros que fazia uma manifestação na RJ-116 decidiu terminar com o ato após negociação da polícia. O protesto acontecia na altura do KM 176, no distrito de Ibipeba.

Em nossa região as manifestações ainda ocorrem em Campos, onde mais de mil veículos – entre caminhões e carretas – estão parados às margens da BR-101 e em Nova Friburgo, onde caminhoneiros se reúnem na RJ-130.

Reflexos na região

Em São Sebastião do Alto, o prefeito Tavinho Rodrigues anunciou que as aulas estarão suspensas na rede municipal a parti de amanhã. Já o transporte universitário está suspenso a partir de hoje. Segundo ele, todos os veículos a diesel estão parados por falta de combustível. A coleta de lixo em regime de emergência.

Motoristas fazem fila para abastecer em postos de Bom Jardim e Nova Friburgo. As empresas responsáveis pelo transporte público em Itaperuna e Nova Friburgo anunciaram que reduziram a quantidade de ônibus nas ruas por falta de combustível.

 


Mais do SFn