Campista de 19 anos morre após cirurgia bariátrica Em relato nas redes sociais, irmã de Amanda afirmou que jovem sofria com o bullying desde criança

Em relato nas redes sociais, irmã de Amanda afirmou que jovem sofria com o bullying desde criança

Fotos: Reprodução Facebook

Com apenas 19 anos e muito para viver uma jovem moradora de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, decidiu realizar uma cirurgia bariátrica para emagrecer e não sofrer mais com o bullying.

Entretanto, a história de Amanda Rodrigues, não teve um final feliz. A cirurgia da jovem foi realizada no dia 17 de janeiro, mas devido a complicações ela morreu no dia 28 do mesmo mês. A causa da morte teria sido uma embolia pulmonar, mas a família suspeita de negligência médica, pois Amanda passou a sentir fortes dores após a cirurgia.

Através de uma publicação no Facebook, Mayara Rodrigues relatou a história da irmã. Segundo a postagem, Amanda recebia apelidos de todos os tipos na escola, de amigos e até professores. A irmã afirmou que comentários dos próprios parentes também magoavam a jovem. Mayara também falou sobre os momentos antes e depois da cirurgia.

Segundo ela, Amanda vinha passando por exames e procedimentos pré-operatórios desde março de 2016 e recebeu a liberação para a cirurgia no dia 17 de janeiro. Ela foi internada e sua mãe teria avisado ao médico sobre o histórico de trombose na família, já que Amanda era hipertensa, o que poderia gerar complicações. Após a cirurgia, ela começou a se queixar de dores na perna.

Três dias depois Amanda teve alta com uma receita de remédios para dor, mas após dez dias foi levada novamente a unidade com fortes dores na barriga. Segundo a família o médico disse que faria uma nova cirurgia no dia seguinte, entretanto na mesma noite, Amanda sentiu muita falta de ar e foi levada à sala de cirurgia. Ela não resistiu e morreu. A família segue analisando junto aos advogados as medidas a serem tomadas e deve registrar o caso na delegacia do município.

O termo Bullying é utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos, causando dor e angústia e sendo executadas dentro de uma relação desigual de poder.

Mais do SFn