sexta-feira , 14 dezembro 2018

Caos na saúde em S.Fidélis: Ambulâncias estão paradas com defeito, sem poder socorrer a população Ambulância que havia pegado fogo durante a transferência de uma criança, vítima de grave acidente em outubro, quase pegou fogo novamente durante um socorro na madrugada deste sábado. Tem porta de ambulância amarrada com atadura

Ambulância que havia pegado fogo durante a transferência de uma criança, vítima de grave acidente em outubro, quase pegou fogo novamente durante um socorro na madrugada deste sábado. Tem porta de ambulância amarrada com atadura

Todas as três ambulâncias que ainda estão conseguindo atender a toda a população da área urbana e rural de São Fidélis, estão paradas neste final de semana. Isso mesmo; o município de mais de 40 mil habitantes não tem ambulâncias.

Cada dia que passa as ambulâncias estão sendo ainda mais sucateadas. As viaturas não possuem freio, farol e itens obrigatórios. Em uma delas, nem fechadura a porta traseira possui. A mesma é amarrada com uma atadura, e vive abrindo durante o socorro. Outra ambulância só possui farol alto, colocando em risco outros motoristas por conta da visibilidade.

Segundo funcionários, que não quiseram se identificar por medo de represália, uma delas ficou sem freio neste sábado (01/12) e quase aconteceu um acidente. De acordo com informações apuradas pelo SF Noticias, a ambulância que havia pegado fogo durante a transferência de uma criança, vítima de grave acidente no dia 07 de outubro, quase pegou fogo novamente durante um socorro na madrugada deste sábado.

A informação foi confirmada por um leitor, que inclusive, ajudou a empurrar a ambulância. “Começou saindo fumaça no motor e a ambulância parou. Eu e mais algumas pessoas ajudamos a empurrar pra ela voltar a funcionar”, conta ele.

Na madrugada deste domingo (02/12), a Prefeitura de São Fidélis teve que alugar duas ambulâncias para fazer transferências de dois pacientes do Armando Vidal que precisavam com urgência. Na manhã deste domingo, nossa produção entrou em contato com a Central de Ambulâncias e descobriu que um paciente, que precisava de uma transferência com urgência, estava aguardando por uma solução, já que não tem ambulância para atender o mesmo.

As ambulâncias do SUS estão paradas por falta de manutenção, e a Prefeitura não possui peças para fazer os reparos necessários. Em junho o SF Notícias mostrou o problema das ambulâncias. Moradores da cidade e principalmente os da zona rural sofrem com a falta de ambulância. Segundo leitores, pelo menos dois moradores da localidade de Angelim morreram esperando por uma viatura. Como não havia ambulância da prefeitura, eles precisaram esperar pela ambulância do Corpo de Bombeiros de Cambuci, que atende parte da zona rural de São Fidélis. Quando os militares chegaram, já era tarde. Desde aquele mês, esperamos por um posicionamento da prefeitura.


Mais do SFn