terça-feira , 23 outubro 2018

Casal é preso no RJ suspeito de matar mulher e raptar bebê em São Paulo A mulher foi encontrada morta com um corte no abdômen às margens de uma represa

A mulher foi encontrada morta com um corte no abdômen às margens de uma represa

Fotos: Divulgação/ Polícia Civil

Policiais da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) prenderam um casa acusado de ter matado uma mulher e raptado o filho recém-nascido dela, em Paraibuna, São Paulo. Nicolas Diniz Lopes e Maria Terezinha Generoso foram presos nesta sábado (14) em Duque de Caxias.

A vítima, Leilah do Santos, de 40 anos, foi encontrada morta em Paraibuna (SP) com um corte no abdômen no último dia 4. Ela seria uma andarilha. Partes de placenta foram encontradas ao lado do corpo, o que levantou a suspeita de que ela estava grávida.

A operação foi realizada em conjunto com a Polícia Civil de São Paulo. A polícia recebeu a informação de que um casal tentou registrar um bebê no cartório, mas sem documentação. Com imagens de segurança de câmeras, os suspeitos foram identificados e foi apurado que eles estavam no Rio.

A polícia do Rio foi informada e localizou o casal e o bebê neste sábado. O bebê está na unidade neonatal do Hospital Municipal Dr. Moacyr Rodrigues do Carmo e ficará aos cuidados da assistente social, até ter o destino definido pelo Conselho Tutelar. Já o casal foi levado para a 59ª Delegacia de Campos Elíseos.


Mais do SFn