domingo , 11 dezembro 2016
morte-de-robson-500x375

Caso Robson: Justiça faz audiência após mais de dois anos da morte de jovem fidelense atropelado

fórum São Fidélis um
Fotos: Arquivo SF Notícias.

Aconteceu na tarde de ontem (13.10), no Fórum Francisco Polycarpo, em São Fidélis, uma audiência de instrução do processo do caso em que o jovem Robson Valente da Fonte, então com 20 anos, morreu ao ser atropelado por um carro conduzido pelo ex-vereador Manoel Veiga Amaral, denunciado por homicídio culposo – sem a intenção de matar.

O acidente aconteceu no dia 27 de julho de 2013, na Avenida Emygdio Maia Santos, na Vila dos Coroados. A vítima estava acompanhada de três amigos, que conseguiram pular ao perceberem que o veículo ia em direção a eles. Robson foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Ferreira Machado, em Campos dos Goytacazes, mas não resistiu aos ferimentos.

Durante a audiência do caso, as testemunhas que prestaram depoimento afirmaram que o ex-vereador teria prestado socorro a Robson, assim como já havia dito a polícia, contrariando o que falaram alguns amigos de Robson na época do ocorrido. No entanto, nenhuma das testemunhas soube precisar se Veiga Amaral estava alcoolizado. O ex-vereador, por sua vez, não se pronunciou. Uma nova audiência será marcada pelo juíz da Comarca de São Fidélis, Otávio Mauro Nobre, podendo ser acompanhada pelo julgamento do caso.

Em resposta à reportagem do SF Notícias na época do acidente, a mãe de Robson, Silvana Cristina, se emocionou ao afirmar que nenhum familiar do ex-vereador, ou ele próprio, a procurou para dar alguma satisfação ou até mesmo apoio com relação ao acidente. Já Veiga, que na época estava se recuperando de uma cirurgia no coração, se limitou a dizer que confia na justiça. Ele afirmou ainda que teria ordem médica para evitar se envolver com fatores emocionais, o que poderia prejudicar sua recuperação.

manifestação-3-360x270Caso abalou a população:

Dias após o acidente, vários familiares e amigos de Robson fecharam a principal avenida da Vila dos Coroados e seguiram caminhando para o Centro de São Fidélis, passando em frente à 143ª Delegacia Policial e à casa do ex-vereador, com cartazes em um protesto pedindo justiça.

Relembre:

Familiares pedem justiça pela morte de jovem atropelado em São Fidélis

Polícia investiga as causas do acidente que vitimou Robson

Morte de Robson completa 2 anos, e família ainda luta por justiça

SFn