quarta-feira , 20 setembro 2017
Foto: Arquivo

Chuva deve continuar nos próximos dias Frente fria chegou pontualmente nesta terça (29) trazendo fortes chuvas. Mês de dezembro promete mais chuva e problemas para a população da Região Serrana.

Frente fria chegou pontualmente nesta terça (29) trazendo fortes chuvas. Mês de dezembro promete mais chuva e problemas para a população da Região Serrana.

Fotos: SFnotícias
Fotos: SFnotícias

A frente fria prevista para esta terça (29) chegou com pontualidade, trazendo as fortes chuvas esperadas para o Estado do Rio. Em Nova Friburgo, logo no final da tarde, a forte chuva fez o Rio Cônego subir, pegando todos de surpresa e deixando crianças ilhadas em uma creche.

Segundo o portal Climatempo, a Região Serrana do Rio de Janeiro termina novembro em situação perigosa, com risco de novos transbordamentos de rios e mais deslizamentos. O nível dos rios se elevou muito e os solos encharcaram, após a chuva muito volumosa que caiu durante três dias no fim de semana prolongado de 15 de novembro. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), choveu 61,6 mm em Nova Friburgo, entre às 8 horas de terça e às 8 horas de quarta-feira (30).

valao-dos-milagres
Moradores ficam “ilhados” em Valão dos Milagres

Itaocara e Pádua também registraram pontos de alagamento em algumas ruas. Em Valão dos Milagres, zona rural de São Fidélis, moradores ficaram novamente isolados após o valão que corta a localidade transbordar pela segunda vez neste mês. Os fidelenses também precisaram sair de casa levando um guarda-chuva na manhã desta quarta. A chuva começou a cair na cidade por volta 23h de terça.

De acordo com a Climatempo, a chuva persiste nesta quarta, com risco de chuva volumosa, moderada a forte em algumas horas. Podem ocorrer novos transbordamentos e deslizamentos de terra. A chuva enfraquece, mas não para completamente na quinta e na sexta-feira, quando o sol volta a aparecer. Entretanto, o risco de novos temporais e chuva volumosa volta a aumentar durante o fim de semana.

Além do tempo nublado, ventos marítimos ajudam a levar umidade para a região, causando queda nas temperaturas. O Inmet emitiu um alerta de declínio de temperatura de até 5ºC. A máxima não deve passar dos 26º. O mês de dezembro promete mais chuva e mais problemas para a população da Região Serrana.


Mais do SFn

SFn