sexta-feira , 14 dezembro 2018

Ciclista morre atropelada por caminhão durante prova na RJ-116 Segundo a organização da Prova Audax de Ciclismo, o caminhão invadiu o acostamento

Segundo a organização da Prova Audax de Ciclismo, o caminhão invadiu o acostamento

Fotos: reprodução

A ciclista Maria José Nascimento, de 51 anos, morreu após ser atropelada por um caminhão durante uma prova de ciclismo na RJ-116. O acidente aconteceu na altura de Cachoeiras de Macacu. O caminhão invadiu o acostamento na contramão, atingiu a ciclista e desceu uma ribanceira.

“Zezé”, como era conhecida, participava da Prova Audax de Ciclismo, a primeira das quatro etapas classificatórias para a prova de ciclismo Paris – Brest – Paris, que acontece em agosto do próximo ano na Europa. Cerca de 80 ciclistas participavam da prova deste domingo.

No exato momento do acidente a organização paralisou a prova e deu inicio ao processo de recolher todos os ciclistas do percurso. A organização prestou e continuará prestando todo o apoio à família nesse processo tão dolorido. Já estamos colaborando com as investigações, inclusive com depoimentos de ciclistas que viram o acidente. Nós ciclistas disputamos a cada treino, a cada prova, espaço com motoristas nas ruas e avenidas do Brasil. Somos a parte mais frágil nesse processo. Cabe a cada um de nós lutar por mais segurança e mais justiça no trânsito“, diz a nota divulgada pela organização da prova.

A concessionária Rota 116, que administra a rodovia, informou que o acidente não afetou o tráfego. Maria José é natural do Espírito Santo, mas morava no Rio de Janeiro.


Mais do SFn