Cinco presos por envolvimento em homicídio ocorrido em 2013, em São Fidélis Mandados foram cumpridos em São Fidélis e no Rio de Janeiro

Mandados foram cumpridos em São Fidélis e no Rio de Janeiro

Fotos: SF Notícias

As polícias civil e militar de São Fidélis cumpriram cinco mandados de prisão contra acusados de envolvimento em um homicídio ocorrido às 11 horas do dia 04 de agosto de 2013 em um bar no bairro Nova Divinéia. Naquele dia, Evandson Rodrigo de Castro, que naquela época tinha 30 anos, foi morto com um tiro na cabeça na Rua Alzira Perlingeiro de Abreu. Ele estava sentado na frente de um bar quando foi assassinado.

Três mandados foram cumpridos por policiais do Grupamento de Ações Táticas (GAT) da 4ª Companhia de Polícia Militar. Daniel de Souza, de 33 anos, conhecido como “Danielzinho”, foi preso em sua residência na Ipuca; Valdemy de Alvarenga Cabral, de 30 anos, conhecido como “Liro”, foi preso em uma obra onde trabalhava como pedreiro na Ipuca, e Rhaulys Rhalf Gonçalves Miranda, de 33 anos, foi preso em sua residência no bairro da Penha.

Já a Polícia Civil cumpriu mandados contra Wallace Coutinho de Oliveira, conhecido como “Topete”, e Antônio Carlos Miranda de Castro, conhecido como AM. Os mandados foram cumpridos no Rio de Janeiro. A prisão dos cinco foi decretada pelo Tribunal de Justiça do Rio.

De acordo com as investigações da 141ª Delegacia Legal, a motivação seria uma briga por pontos de drogas entre a Evandson e Antônio Carlos Miranda de Castro, o AM. Ainda segundo a Polícia Civil, o AM foi o mandante, o Topete efetuou o disparo, Liro conduziu a moto, Rhaulys emprestou a arma de fogo e o Danielzinho, que era amigo do Evandson, levou ele para o bar.


Mais do SFn

SFn