sexta-feira , 22 novembro 2019

Colégio em Pureza recebe aparelhos de ar-condicionado; Secretário fala sobre melhorias na educação na região Além da climatização das escolas, o Secretário de Estado de Educação falou sobre o fornecimento de uniformes, contratação de porteiros e inspetores, entre outras ações

Além da climatização das escolas, o Secretário de Estado de Educação falou sobre o fornecimento de uniformes, contratação de porteiros e inspetores, entre outras ações

Fotos: Divulgação/ SF Notícias

No último dia 16 de outubro o Governo do Estado do Rio, através da Secretaria de Educação (Seeduc), anunciou que vai climatizar todas as 1.222 escolas públicas estaduais. Cerca de 24 mil aparelhos de ar-condicionado já foram comprados e alguns colégios já começaram a receber os aparelhos, entre eles o Colégio Estadual Geraque Collet, localizado no distrito de Pureza, em São Fidélis. No último dia 30, 24 ares-condicionados foram recebidos na instituição pela diretora geral, Adriana Lopes Pascoal da Silva, e pelo diretor adjunto, Evando Freitas. Atualmente, apenas 4% das unidades de ensino possuem equipamentos adequados. Até o início do próximo ano letivo, 100% das escolas receberão ares-condicionados. Os aparelhos são do tipo inverter, que além de mais econômicos, reduzindo em até 30% o consumo em relação aos aparelhos convencionais, são mais silenciosos, o que preserva a saúde vocal dos professores. (Continua após a publicidade)

A climatização das escolas é apenas uma das melhorias anunciadas pela Secretaria. Em entrevista ao SF Notícias (confira o vídeo no final), o Secretário de Estado de Educação, Pedro Fernandes, falou sobre outras ações previstas para o Noroeste Fluminense. Nestas quarta e quinta, os municípios de Natividade, Porciúncula, Itaperuna, Italva, Varre-Sai, São José de Ubá, Itaocara, Cambuci, Aperibé, Miracema e Laje do Muriaé, receberam cheques destinados a realização de melhorias em escolas estaduais. De acordo com o secretário, os recursos liberados, cerca de R$ 14 milhões, são para os colégios realizarem obras de infraestrutura para o início do ano letivo de 2020, e para o aluguel de cinco ônibus para cada escola por mês até o final do ano, com o objetivo de promover a realização de aulas extra-classe. Também está prevista a substituição de computadores nas unidades dos municípios contemplados. Ele falou ainda sobre a contratação de psicólogos, porteiros e inspetores, e do fornecimento de uniformes para os alunos.

Mais do SFn