terça-feira , 17 janeiro 2017

Com 4 anos, Thales, morador de São Fidélis, luta contra a Leucemia

thales-leucemia-4Aos quatro anos de idade, o pequeno Thales André de Oliveira Martins, morador de São Fidélis

, luta contra a Leucemia Linfoide Aguda (LLA). O menino nasceu saudável e sem nenhum problema em maio de 2012, mas em janeiro deste ano, Thales foi diagnosticado com a doença.

Letícia Oliveira, mãe de Thales, conta que precisou para de trabalhar para cuidar do filho e, que até o momento, não conseguiu nenhum benefício para ajudar com os gastos da alimentação e tratamento. Ela também precisa comprar álcool gel, mascaras e outros materiais usados no hospital para refazer em casa. Neste domingo ele precisou ser levado para um hospital em Campos, pois amanheceu apresentando febre. A febre passou, mas ele permanece internado.

O Projeto Um Sorriso de Esperança (USE) está vendendo rifas por R$ 2,00. Todo o valor arrecadado será destinado ao tratamento do pequeno Thales. As rifas podem ser compradas com Carolina Almeida, voluntária do USE, através do telefone (22) 997632918. Quem puder ajudar, também pode entrar em contato com a Letícia, mãe do Thales, pelo telefone (22) 998876542. Doações em dinheiro podem ser feitas pelas Contas: Agência 0192 conta 14921-4 Letícia Peçanha de Oliveira ou Agência 0192 conta 00012305-3 Nathália Teixeira Facioli de Oliveira.

De acordo com Hospital de Câncer de Barretos, A Leucemia Linfóide Aguda (LLA) corresponde a cerca de três quartos de todos os casos recém-diagnosticados de leucemia na faixa etária atendida pela pediatria (de 0 a 18 anos incompletos) e a aproximadamente um quarto de todos os casos de neoplasia (crescimento excessivo de células) maligna da infância.

Com o emprego das terapias modernas, atualmente cerca de dois terços das crianças com LLA podem ser curadas. Este progresso é resultado do desenvolvimento e emprego da poliquimioterapia (o uso de diversas técnicas de quimioterapia), terapia de manutenção, a implementação de uma forma de preservar o sistema nervoso central (SNC) e o emprego de técnicas modernas em pesquisa e diagnóstico, validadas através de estudos cooperativos de diversos centros.

SFn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *