segunda-feira , 20 novembro 2017

Com seca do Rio Pomba, CEDAE anuncia redução no abastecimento de água em Miracema Itaocara e Miracema decretaram situação de emergência por causa da seca

Itaocara e Miracema decretaram situação de emergência por causa da seca

Fotos: Seca castiga Itaocara e Miracema

Municípios do Norte e Noroeste Fluminense estão enfrentando a pior estiagem dos últimos anos. Itaocara e Miracema são as cidades mais prejudicadas e decretaram situação de emergência. Nessas cidades, várias áreas já foram consumidas por incêndios. Por outro lado, os córregos e rios estão secando.

Fonte de abastecimento de água para a população de Miracema, o Rio Pomba, está abaixo do seu nível normal. Em função da seca, a Companhia Estadual de Água e Esgoto (CEDAE) anunciou nesta tarde a redução no fornecimento de água para o município.

O Rio Pomba é onde a companhia capta água para tratamento e distribuição em Miracema. A estiagem atingiu inclusive o distrito de Paraíso do Tobias, cujo sistema de distribuição de água, abastecido pelo manancial Valão do Bonito, também teve sua vazão diminuída. A estatal informou ainda que está realizando manobras operacionais para minimizar os efeitos da seca nas regiões de nascente e pede que moradores evitem o desperdício e consumam água de forma racional.

Miracema é a quarta cidade a ter o seu abastecimento reduzido. A CEDAE também reduziu o abastecimento em Cantagalo, Cordeiro e Duas Barras, devido o baixo nível do Rio Macuquinho.

Segundo a Prefeitura de Miracema. a estiagem está comprometendo o armazenamento de água, causando sérios problemas aos munícipes e aos animais. Diversos produtores rurais estão procurando a secretaria de meio ambiente para que enterre as criações devido à seca. Com a situação crítica, a prefeitura decretou situação de emergência. 

“A media é necessária. É muito grave o que estamos vivendo. A estiagem e os incêndios estão tirando o nosso sono. Tínhamos que tomar uma medida”, declarou o prefeito municipal Clóvis Tostes.


Mais do SFn