Companhia de artes Jeová Nissi em São Fidélis

O grupo conexão jovem da Primeira Igreja Batista de São Fidélis, trás nesta quarta-feira mais uma peça da Companhia de artes Jeová Nissi. A maior companhia de teatro cristão do País, já percorreu  todos os estados do Brasil ao longo de seus 10 anos de formação, além de países como: Chile, Paraguai,  Argentina, Angola, Espanha, Portugal, França, Inglaterra, Suíça e Itália.

Veja um pouco da história da Companhia.

Tudo começou quando uma senhora resolveu tirar  tempo para orar por seu neto que, na época, estava envolvido com  homossexualismo, feitiçaria, prostituição… “A oração do  justo vale muito por seus efeitos!” Caíque Oliveira hoje é diretor da Cia de Artes Gospel mais  conhecida no Brasil!

Criado no Jardim Ângela, bairro periférico de São Paulo, Caíque sofreu  influências sociais que o ajudaram a dar personalidade própria para os  espetáculos que escreve e dirige. “Tive  muitas experiências no secular, mas a Bíblia é minha grande fonte de  inspiração”, afirma Caíque.   imagesCA08C1ZS

A Cia de Artes Nissi teve inicio em abril de 2000, com  um grupo pequeno de pessoas que estudavam, trabalhavam; todos moravam em  Campinas (SP)… “Eu ainda trabalhava em teatro  secular. Um dia, em um culto, enquanto o pastor pregava, começaram a  vir na minha cabeça algumas imagens de uma peça, onde um jovem se corrompia.  Passei a ministração toda montando esta peça na mente. Quando o culto  acabou uma irmã, cheia de Deus, chegou pra mim e disse: Deus vai usar você para fazer peças que vão impactar vidas. Peças que vão  restaurar pessoas que estão destruídas. Não esperei e já comecei a  juntar um grupo de jovens de várias igrejas e daí surge a nossa grande  jornada”, diz.

Hoje, são mais de 50 brasileiros com sotaques variados,  culturas diversas, talentos específicos e, dispostos a pregar o evangelho a  toda criatura por meio das artes. Uma ferramenta compreendida por todos, de  todas as nações, de todos os povos… images[6]“Deus me disse que  estávamos ganhando almas em um só lugar enquanto vidas clamavam em outros.  Comecei a criar a equipe que fez a peça Jó, e era fantástico saber que enquanto estávamos na Bahia, ao mesmo tempo o  pessoal do Jó estava no Rio  Grande do Sul saqueando o inferno! O resultado foi tão maravilhoso que não  demorou muito para termos 4 equipes”.

Nesta quarta, a companhia vai apresenta a peça “Artigo 121, será que em um assassinato existe um único culpado?”

A peça está marcada para as 19h no templo da Igreja.

(História reproduzida do Site da Companhia)


Mais do SFn