sexta-feira , 20 setembro 2019

Congelou! Friburgo e Trajano de Moraes registram geada no dia mais frio do ano Plantações, pastos, folhas e outras superfícies ficaram cobertas de gelo em algumas localidades dos dois municípios

Plantações, pastos, folhas e outras superfícies ficaram cobertas de gelo em algumas localidades dos dois municípios

Foto: Jussara Mafort/ Arquivo pessoal

A previsão de que poderia gear em municípios da Região Serrana do Rio de Janeiro se confirmou. A forte massa de ar frio que chegou ao país e fez deste fim de semana o mais frio do ano, também fez gear em áreas de Nova Friburgo e Trajano de Moraes na manhã deste domingo (07/07). Nas redes sociais, moradores publicaram fotos do fenômeno. (Continua após a foto)

A moradora da localidade de Tirol, em Trajano de Moraes, Jussara Mafort, de 32 anos, tirou fotos na geada, ao lado de sua enteada, Patrícia, de 19 anos. Segundo ela, o registro foi feito por volta das 7h40, no quintal de sua casa (foto de capa), na Fazenda do Tirol. Ela conta que não é a primeira vez que esse fenômeno ocorre por lá, mas que foi a primeira vez nesse ano. “Segundo meu esposo isso sempre aconteceu aqui. Eu gosto muito do frio, acho aconchegante e a geada é algo que não tem preço levantar de manhã e apreciar uma paisagem dessas, poder tocar, sentir é uma sensação inexplicável, maravilhoso!” – relatou à nossa equipe.

De acordo com a Prefeitura de Trajano, não houve perdas por conta do frio intenso. “As geadas são as principais causadoras de danos em hortaliças e culturas mais frágeis, combinada com o vento elas chegam a queimar as folhagens das plantas, mas isso ainda não aconteceu. Em Trajano não ouve dano às plantações por enquanto”, ressaltou o secretário municipal de Agricultura, Daniel Fagundes.

Fotos: Maycon Miller/ Arquivo pessoal

Em Nova Friburgo, por outro lado, a geada congelou alguns pés de alface na propriedade do Maycon Miller e de sua esposa Juliana, que são produtores orgânicos, o Orgânicos Miller. Maycon conta que nos dias mais frios eles precisam acordar antes do sol nascer para irrigar as plantações e evitar que a geada derreta, e queime as folhas.

O sítio deles fica em pedra solta, em Três Picos, na região de Salinas. Nesse domingo eles acordaram por volta das 6h para fazer a irrigação. O produtor conta ainda que foi a primeira geada registrada neste ano, mas que o fenômeno já foi registrado nos anos anteriores. Questionado se gosta do frio ele logo diz que não. “Não é muito bom não, é muito trabalhoso pra gente e faz com que peguemos resfriados, sinusite” – afirma. A geada é a formação de uma camada de cristais de gelo na superfície ou na folhagem devido à queda de temperatura. Para que ela se forme, a temperatura da superfície precisa estar a zero grau ou menos, e a do ar precisa estar a cerca de -4ºC. A previsão aponta que as temperaturas vão continuar baixas nos dois municípios e é possível que volte a gear na madrugada desta segunda (08). Veja mais fotos abaixo da propriedade do Maycon.


Mais do SFn