Conselheiro Tutelar de São Fidélis solicita criação de plano para reforço da segurança nas escolas Ofício foi entregue a Câmara Municipal, em meio ao clima de tristeza e tensão deixado pelo massacre em Suzano (SP)

Ofício foi entregue a Câmara Municipal, em meio ao clima de tristeza e tensão deixado pelo massacre em Suzano (SP)

Em meio à tragédia ocorrida no município de Suzano (SP), onde dois ex-alunos invadiram a Escola Estadual Raul Brasil e mataram oito pessoas, entre alunos e funcionários, o conselheiro tutelar José Victor Altino, de São Fidélis, enviou um ofício à Câmara Municipal, solicitando a criação de um plano emergencial para reforço da segurança nas escolas da cidade.

O objetivo é que as escolas criem de forma individual um plano de manejo e filtragem de pessoas que entram na unidade, além de equipe de ronda escolar. Segundo o conselheiro, um ofício também foi enviado à Secretaria de Educação e Guarda Municipal solicitando com urgência a inclusão do plano e a implementação da ronda escolar.

“Há muito tempo já enviei um ofício solicitando a PM e a Guarda Municipal que ajudassem na ronda escolar. Com a tragédia em Suzano foi impossível não pensar em alguma medida, mesmo porque tenho filhos que estudam na rede pública municipal” – disse o conselheiro.

Ele solicitou ainda para que os cidadãos conversem com os vereadores e solicitem a análise do pedido. “Pois é melhor prevenir do que remediar” – ressaltou Altino.

Sobre o bullying, um dos fatores citados na maioria dos ataques como o ocorrido em Suzano, o conselheiro orienta: “É necessário que todos denunciem tais práticas, e que a escola tenha ajuda técnica especializada para lidar com os casos mais complicados”.


Mais do SFn