quarta-feira , 11 dezembro 2019

Corpo de Bombeiros do Rio recebe novas viaturas e equipamentos operacionais Investimento de R$ 11,7 milhões feito pela Gabinete de Intervenção Federal será distribuído por quartéis de todo o estado

Investimento de R$ 11,7 milhões feito pela Gabinete de Intervenção Federal será distribuído por quartéis de todo o estado

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro recebeu, nesta terça-feira (28/05), novas viaturas e equipamentos operacionais adquiridos pelo Gabinete de Intervenção Federal. Entre os itens da aquisição estão 30 quadriciclos, 16 jipes, cinco moto aquáticas, mais de 60 conjuntos de desencarceramento e salvamento veicular, 30 pranchas para resgate no mar, além de cerca de 580 flutuadores salva-vidas, 500 coletes táticos de busca e salvamento e 150 equipamentos de proteção individual. O investimento total foi de R$ 11,7 milhões.

Quartéis de todo o estado, incluindo os Grupamentos Marítimos, o Grupamento Aéreo e unidades especializadas, serão beneficiados. A corporação ainda conseguiu economizar R$ 2 milhões com a revitalização de uma viatura de combate a incêndio e salvamento (Auto Plataforma Mecânica).

Continua após a foto

– Nós estamos recebendo com muita alegria esses novos equipamentos. Estamos dando continuidade a um trabalho que o Exército iniciou, durante a intervenção, de reorganizar as nossas forças de segurança. Nosso espírito hoje é trabalhar para usar bem o dinheiro público, com responsabilidade e ajudar os nossos heróis a salvarem vidas – afirmou o governador, em cerimônia realizada no Monumento aos Pracinhas, no Aterro do Flamengo.

O secretário de Defesa Civil e comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Roberto Robadey, agradeceu pela experiência do período da intervenção e à população pela contribuição da taxa de incêndio.

– Esses equipamentos representam um reforço para todos os nossos 115 quartéis espalhados pelo estado. São itens caros e extremamente necessários para o aprimoramento do nosso atendimento. Também recuperamos uma de nossas viaturas de combate a incêndio e salvamento, otimizando recursos. Aproveito para lembrar à tropa que é fundamental o cuidado com as novas aquisições. Temos que manter o espírito de carinho com os nossos instrumentos de trabalho. Uma premissa que vem desde a Academia. Afinal, nosso compromisso é com a população – disse.

Mais do SFn